Anderson Saleme explica como está a análise sobre a lei de aumento do salário dos vereadores

Durante entrevista, o presidente da Câmara, explicou que o projeto original ainda está sendo analisado, mas após estudos, ele convocará uma coletiva de imprensa para que a definição final seja repassada para a população

O presidente da Câmara Municipal de Divinópolis, Anderson Saleme (PR), se pronunciou em relação ao andamento da proposta relacionada ao aumento do salário dos vereadores, o qual se encontra em tramitação na Casa. Na última Reunião Ordinária, às 14hs, no plenário legislativo, durante entrevista, Saleme, ressaltou se houve realmente a reunião que teria sido realizada juntamente com os demais vereadores, para debaterem o que será feito com essa lei que está em tramitação, principalmente após as manifestações da população contra o projeto na Casa.
No dia 22/12/11, o plenário foi palco de protestos realizados pelos cidadãos, por de não concordarem que os vereadores recebessem o aumento de salário. A população compareceu à Câmara, exibindo cartazes, faixas, e com o narizes de palhaço, com o objetivo de mostrar para os parlamentares que o povo de Divinópolis estava presente no plenário por não concordar com o projeto colocado em pauta. Se, a proposta fosse aprovada, o novo salário obtido por eles passaria de R$6.192 para R$9.678.
Na data que ocorreram as manifestações,  a presidência da Câmara, era conduzida pelo Pastor Paulo César (PRB). O intuito da lei era fazer com que os vereadores, após elaborar um estudo de viabilidade, aumentassem o salário dos 13 parlamentares que atuam na Casa. O presidente Pastor Paulo César, alegou na data dos protestos, que estava cumprindo uma lei federal, para ele, o vereador recebe de acordo com o tamanho e arrecadação do Município, e que deveria ganhar de acordo com a Constituição, porém, deveria trabalhar e ter estrutura para desempenhar o seu trabalho. Embora, o projeto tenha sido colocado em discussão e votação, devido aos protestos, o projeto entrou em tramitação e o orçamento não foi votado.
Na última Reunião Ordinária na Câmara, , na quinta-feira, em  entrevista, o novo presidente, Anderson Saleme, falou sobre como está o andamento desse projeto, e qual o rumo que a proposta terá. De acordo com Saleme, a lei ainda tramita na Casa, e ele reafirmou que é um projeto do ano passado e ressaltou que está sendo analisado. “O projeto que está em tramitação, está sendo estudado e uma apresentação de matéria será feita em conjunto com os vereadores da Casa, para modificar o projeto original. E para que a população tenha clareza do que está ocorrendo diante dessa questão, nós vamos convocar uma coletiva da imprensa na próxima semana para fazer uma análise de todo o primeiro trimestre da Câmara Municipal, e nesta oportunidade, nós vamos de forma decisiva dando uma informação para toda a imprensa sobre o assunto, para que esses veículos repassem a informação para a população”, afirmou o atual presidente da Câmara Municipal de Divinópolis.
Ainda segundo Saleme, é a partir daí, que todos vão poder perceber qual o rumo tomará  o projeto e como será a repercussão entre a população. 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.