sexta-feira, 14 de Outubro de 2011 10:03h Flávia Brandão

Após cobrar mais indústrias, vereador quer audiência pública para discutir fomento econômico

Investimentos em infraestrutura, captação de indústrias e transposição dos trilhos

O vereador Geraldinho da Saúde (PR) informou, ontem (13), durante pronunciamento na Câmara Municipal de Divinópolis, que protocolou requerimento para realização de uma audiência pública, ainda nesse mês de outubro, para discutir a questão da área de fomento econômico do Executivo. A intenção do encontro é discutir os atuais problemas da área e trabalhar no sentido de viabilizar uma legislação de fomento e a criação de uma melhor infraestrutura para atração de novas indústrias e desenvolvimento das que já estão instaladas na cidade.


Há algumas semanas, Geraldinho engrossou o coro do presidente da Câmara, Pastor Paulo César, ao cobrar mais indústrias para Divinópolis. O edil conta que alguns dias atrás, ele juntamente com o presidente e outros vereadores, acompanhados do secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico, José Elísio, estiveram em visita ao Centro Industrial e verificaram várias demandas referentes a infraestrutura, que necessitam de investimentos. “O parque não é autossuficiente, para se der uma ideia uma das empresas, que nós visitamos estava trabalhando com número reduzido de horas porque a energia que se tem disponível não é suficiente para eles produzirem. Então estamos perdendo tempo com isso”, declarou.
Geraldinho pontuou que a Câmara Municipal não conhece de fato quais as propostas do Executivo em relação à área de fomento e nessa audiência pública serão debatidos os entraves, avanços, as garantias do Executivo em termos de estrutura tanto de energia, como área, esgoto, etc. Ele diz que a proposta é que o encontro proporcione o debate com o prefeito Vladimir Azevedo (PSDB), o secretário José Elísio, os empresários já instalados no município, os que têm intenção de vir  e o Legislativo Municipal.


O vereador destacou ainda a necessidade da criação de uma lei de fomento econômico, que possa conceder incentivos fiscais aos novos empreendimentos. “Nós precisamos investir no nosso Parque Industrial e ter uma lei de fomento própria. A Câmara Municipal a partir de agora será propositiva em termos de fomento e investimentos na cidade. Queremos saber qual é a agenda do Executivo para investimento na área industrial, tanto fomento de mercado como implantação de indústrias na cidade”, declarou.


Transposição de Trilhos


Outra pauta, que Geraldinho disse que pretende tratar na audiência é sobre o projeto de transposição dos trilhos. “É um grande investimento que parece que caiu um pouco no esquecimento. O deputado Jaime Martins até garantiu o recurso para que houvesse esse investimento de transposição dos trilhos, através do Governo Federal, então me parece que existe uma coisa burocrática, que está emperrando me parece que é o licenciamento ambiental se é isso ou não iremos verificar”, declarou.

 

 

O parlamentar ressaltou que quer provocar quais os “ganhos” que o município está tendo porque muito tem se debatido a questão da FCA e não se vê esse investimentos   chegando a cidade. “Nós queremos uma resposta do Executivo para saber por que a transposição dos trilhos saiu da agenda. Não se debate não se fala mais nela. E eu como vereador do PR irei abordar o que a FCA e o Ministério dos Transportes, ANTT e o município têem de informação  quanto essa transposição ”, declarou.


Falta de estrutura


Questionado sobre os problemas detectados durante a visita ao Centro Industrial, Geraldinho da Saúde disse que os empresários solicitam mais investimento como: saneamento, asfalto e oferta de energia, já que a maioria das indústrias tem máquinas potentes que precisam de grande oferta. “Muitas indústrias não tendo a infraestrutura mínima optam por outros investimentos”, declarou.


O vereador destacou ainda que é preciso melhor escoamento para a produção com o projeto Ferradura, se o município será mesmo contemplado com um porto seco. “O município tem capacidade para isso, e se o que emperra é legislação nos iremos fazer o nosso papel , batalhar para que essa lei venha à Casa para que possamos votar”, disse.

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.