sexta-feira, 25 de Abril de 2014 08:19h

Após paralisações, servidores de S. S. do Oeste têm solicitações atendidas

Sindicato negociou junto ao executivo pauta de reivindicações retiradas em assembleia.

O Sindicato dos Servidores da Região Centro-Oeste (Sintram) encabeçou a negociação salarial dos servidores municipais de São Sebastião do Oeste e conseguiu, graças ao engajamento dos servidores da cidade, grande parte das reivindicações que motivaram as paralisações.
Os servidores municipais de São Sebastião do Oeste paralisaram suas atividades durante quatro dias úteis, com mais de 90% de participação dos servidores concursados e, inclusive, servidores contratados pelo Executivo. Somente os serviços essenciais foram mantidos para seguir a exigência da lei de greve.
Após exaustiva negociação com o Executivo, foi garantida aos servidores a redução de um terço da carga horária dos professores para planejamento pedagógico, com vencimento referente ao mês de maio. Não haverá corte dos dias parados e o acréscimo do INPC de 5,56% ao salário. Outro fator importante foi a retomada, com conclusão, do PCCS da Educação para o dia 14 de maio, com a revisão das distorções salariais da classe.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.