quarta-feira, 2 de Dezembro de 2015 11:29h

Assembleia discute retomada do desenvolvimento econômico

Ciclo de debates que será realizado nos dias 3 e 4/12, no Plenário, já está com as inscrições abertas

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) promove, na quinta (3/12/15) e sexta-feira (4/12) da próxima semana, no Plenário, o Ciclo de Debates Retomada do Desenvolvimento Econômico. O objetivo é discutir as possíveis medidas para retomar o desenvolvimento econômico no Estado e as alternativas para a superação da crise. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas on-line (até às 15 horas da quarta-feira anterior, 2/12) ou de modo presencial, nos dias do evento, na Tribuna Popular do Espaço Democrático José Aparecido de Oliveira, área ao lado do Hall das Bandeiras, no Palácio da Inconfidência.

O autor do requerimento para a realização do ciclo de debates é o deputado Antônio Carlos Arantes (PSDB). Para o parlamentar, essa é uma ação suprapartidária que busca soluções para os problemas enfrentados no Estado. “Em um momento de crise, não podemos ficar somente lamentando, isso piora as coisas. A hora é de mobilizar as organizações produtivas, as cabeças pensantes das universidades, os poderes públicos estadual, federal e municipal, a sociedade civil organizada e trocar experiências. Vamos buscar o que está dando certo no País e trazer esses exemplos para Minas. O momento é de contrapor a crise com uma ação efetiva”, explicou.

O evento vai contar com a participação de entidades, representantes do poder público e dos setores empresarial, da agricultura e dos trabalhadores. Na programação, após a abertura às 18 horas, na quinta-feira (3/12), será proferida uma palestra magna sobre o panorama da crise e as perspectivas de solução da situação econômica no Brasil e em Minas Gerais. Ao longo de sexta-feira (4/12), a programação contará com quatro painéis que vão debater a retomada do desenvolvimento tendo como perspectiva: a situação da indústria, do comércio, dos municípios e do emprego; a situação da agricultura e da pecuária; a infraestrutura e energia; e o empreendedorismo, inovação e tecnologia.

São parceiros na realização do ciclo de debates: a Associação Comercial e Empresarial (ACMinas), a Associação Mineira dos Municípios (AMM), a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Minas Gerais (Fetaemg), a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg), a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Belo Horizonte e de Sete Lagoas, a Central Única dos Trabalhadores (CUT), a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL/MG).

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.