segunda-feira, 1 de Agosto de 2011 18:24h Atualizado em 1 de Agosto de 2011 às 22:47h. Liziane Ricardo

BATE BOLA:Duplicação da MG 050 é debatida com parlamentares - Deputado Domingos Sávio

 

A duplicação da MG 050 é alvo de discussão entre os representantes mineiros desde a implantação das praças de pedágio na extensão de Betim à São Sebastião do Paraíso. A duplicação total da rodovia é algo esperado por moradores de toda a região Centro-Oeste, entretanto, as pessoas são testemunhas do protelamento da duplicação compromissada desde o ano passado entre a Concessionária Nascentes das Gerais e as autoridades políticas.


Sobre este contexto, a Gazeta do Oeste preparou cinco perguntas para os quatro representantes de Divinópolis, tanto na esfera estadual quanto na federal, o quarto representante a responder foi o deputado federal Domingos Sávio (PSDB):

 


1. A duplicação da MG 050 vem sendo protelada há muito tempo. Como os representantes de Divinópolis pretendem lutar por esta obra?

 

Tenho lutado permanentemente pela duplicação da MG 050 desde o início do meu primeiro mandato de deputado. Grandes obras exigem uma luta permanente por muitos anos, estou consciente disto e pretendo continuar cobrando do governo, do estado e da concessionária, a realização desta importante obra. Como fruto do nosso trabalho, já conseguimos do governo estadual, o compromisso de rever o contrato e cronograma de obras com o objetivo de garantir a duplicação do trecho Divinópolis / Belo Horizonte.
 


2. Os motorista tem optado por passar pelo BR 262, primeiro por causa das boas condições da rodovia e segundo para não ter que pagar pedágio. O que os deputados pretendem fazer para mudar esta situação?

 

A luta pela duplicação da BR 262 é mais antiga que a da MG 050 por razões óbvias. Esta também foi uma obra que demorou muito e muitos lutaram por ela, e ainda está longe de ser concluída. O trecho que foi duplicado ligando a BR 381 até o trevo da 494, não foi uma conquista isolada de agora.
Quando eu era prefeito de Divinópolis, esta luta já era antiga,  eu, mais um grupo de prefeitos e lideranças do Prodescom entregamos ao presidente Fernando Henrique Cardoso, no ano 2000, durante a inauguração da duplicação da Fernão Dias (BR 381 - BH / SÃO PAULO), um documento solicitando a duplicação da BR 262. Alguns meses depois, recebemos o presidente Fernando Henrique em Itaúna e ele anunciou a autorização da elaboração de projetos de duplicação da 262.
 

O fato de terem feito um trecho e ter ficado faltando menos de 10 km para chegar em Nova Serrana, fica evidente que não se trata de obra conseguida por "esta ou aquela pessoa", e sim, parte de um projeto que liga Belo Horizonte ao Triângulo e que está projetado em etapas. Portanto, todas as duas duplicações são importantes para a nossa região e já que a 262, já está mais adiantada, temos todos que nos unir em defesa da duplicação da MG 050, para que esta obra saia mais rápido.
 


3. Quanto tempo há mais os moradores do bairro Icaraí terão que esperar para que sejam feitas as obras do trevo do Icaraí?

 

Se dependesse de mim, não teriam que esperar mais esta obra já deveria estar pronta. Não é falta de cobrar, este mês de julho, mesmo no recesso, estive reunido com o secretário de obras do estado, cobrando uma solução, já que a concessionária nos disse que está dependendo de desapropriações a serem feitas pelo estado, para realizar esta obra. E tenho lutado por uma solução imediata, mias econômica até que venha a duplicação definitiva, pois a situação atual é crítica. Já consegui um projeto no DER e estou cobrando sua execução.

 

 

4. Outra questão é a perda que o município tem sofrido em relação a vinda de novas empresas, a exemplo da Coca-Cola que foi para Itabirito e não veio para Divinópolis, por falta de LOGISTICA? Sendo que o município já teve e ainda tem toda a estrutura da empresa no bairro que Icaraí ?

 

A situação da Coca-Cola não teve a ver com a MG 050, mas é claro, que a duplicação completa da rodovia, torna a cidade mais competitiva, porém, é bom deixar claro, que nós temos constantemente apoiado, empresas locais que estão crescendo e gerando mais empregos e ainda lutando para trazer outras.
 


5. A estrada que corta a cidade de Igaratinga também é um obra que é esperada há anos, e irá privilegiar o acesso dos motoristas da região que optam por não pagar o pedágio e preferem passar pela estrada. Neste caso, já foi liberado um recurso para a pavimentação da via que ainda encontra-se no chão batido, e por isto gostaríamos de saber de nossas autoridades o por que da obra ainda não ter sido feita? 
Conseguimos depois de muita luta e muitos pedidos, incluir o trecho Divinópolis/ Igaratinga, no programa Caminhos de Minas, que será executado pelo Governador Antônio Augusto Anastasia. No último dia 20 de julho, solicitei em público, durante meu pronunciamento em São Gonçalo do Pará na presença de centenas de pessoas que o governador Anastasia priorizasse esta obra além da duplicação da MG 050. Em sua fala, o governador assumiu o compromisso de nos atender o mais breve possível!

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.