sexta-feira, 20 de Maio de 2011 09:18h Atualizado em 20 de Maio de 2011 às 13:44h. Flávia Brand?o

Beto Cury está cotado como possível candidato à prefeito em 2012

PMDB, PSB, PR e vários políticos já estão sendo convocados para integrar bloco político.

Trabalhar pela constituição de um bloco de partidos aliados por Divinópolis principalmente unindo aqueles, que fizeram parte da base do governo Lula e que hoje apóiam a presidente Dilma para apresentação de um projeto político para Divinópolis nas eleições de 2012. Segundo Beto Cury (PT), que está cotado para ser pré-candidato a prefeito em 2012 pelo Partido dos Trabalhadores esse é principal desafio do partido em Divinópolis. Segundo Cury, que foi Secretário Nacional da Juventude e hoje atua no Ministério da Educação (MEC) para implementação do Plano Nacional de Educação, o PT tem se reunido com diversos partidos e personalidades políticas, de peso eleitoral no município.


PMDB, PSB, PR são partidos que Cury afirma que o PT vem discutindo possíveis coligações para o próximo pleito. O ex-secretário cita também várias “personalidades políticas de peso eleitoral”, que tem se reunido como: o deputado Jaime Martins (PR), o vereador Edson Sousa (sem partido), a vereador Dra. Heloisa Cerri (PV), os ex-deputados, Dr. Francisco Gonçalves e Dr. Rinaldo Valério, e os ex-prefeitos Aristides Salgado, Demétrius Pereira e Galileu Machado. “É um desafio que eu considero grande, mas instigante nós conseguirmos juntar em torno de um projeto para a nossa cidade, esse grande grupo de personalidades e partidos políticos para apresentar ao cidadão divinopolitano uma alternativa para crescer, desenvolver, distribuir renda, ou seja, de ser uma cidade que possa ter uma qualidade de vida, digna, como o cidadão divinopolitano merece”, destacou Cury.

 

 

Pré- candidato

 

Durante a comemoração do trigésimo aniversário do PT, Beto Cury conta que o partido apresentou quatro nomes para discussão como pré- candidatos a prefeito. Além do seu nome foi citado o ex-prefeito Demétrius Arantes, o empresário Eduardo Santos, e o ex-vereador Manoel Cordeiro. Ele afirma que nas reuniões internas do PT estava cada vez mais certo que seu nome será apresentado como pré-candidato a prefeito.  “Nas discussões internas, que estamos fazendo, o PT está afunilando para apresentar o meu nome como pré-candidato a prefeito em Divinópolis, em 2012”. Mas Beto ressaltou que a situação é ainda de muitas discussões e o que deve prevalecer é a construção de um projeto que beneficie Divinópolis.  “Trabalho muito com esse cenário, ou seja, com a construção desse bloco de partidos por Divinópolis. Então meu nome está colocado como tem outros nomes de outros partidos. Acho que o momento ainda não é de dizer eu sou candidato e não abro mão, o momento é de sentarmos, conversamos, até cansar e depois continuar conversando porque o grande desafio é construir um projeto que beneficie Divinópolis e os cidadãos divinopolitano”, destacou.


A respeito do desejo de voltar a Divinópolis, visto que há oito anos atua em Brasília, Cury afirma que sempre trabalhou pela cidade, principalmente para viabilização de projetos no governo Demétrius e tem o desejo de voltar às origens para contribuir ainda mais para o desenvolvimento do município. “Em Brasília tive a oportunidade principalmente na gestão do ex-prefeito Demétrius Arantes contribuir bastante para a construção da universidade, do restaurante popular, do Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei) no Bairro Danilo Passos, a obra no Lago das Roseiras, do Pró - Jovem (...), ou seja, tive a oportunidade de contribuir com a minha cidade mesmo estando em Brasília. Nesse momento, vejo que posso contribuir também colocando o meu nome para apreciação dos cidadãos divinopolitanos. Eu nasci e cresci em Divinópolis, fiquei fora esses oito anos, mas nunca deixei Divinópolis (...)  Fui colega  de governo de vários ministros, da presidenta, do ex-presidente Lula, eu tenho convicção que nós podemos contribuir muito para buscar recursos, que viabilizem  projetos  de melhorias para a condição de vida dos nossos munícipes”,destacou.



Vereadores

 

 

Questionado a respeito de possíveis nomes para vereadores e levando em conta que atualmente o PT não tem nenhum líder na Câmara Municipal, Beto Cury afirma que esse também é um desafio a ser estudado. “O PT pela primeira vez desde 1988, na eleição passada não conseguiu fazer vereadores. Esse é um desafio do partido também, ter uma boa chapa de companheiros e companheiras expressivos do ponto de vista da militância social e algo que reflita do ponto de vista eleitoral com a possibilidade de eleição de uma boa chapa”, ressaltou. Dentro de possíveis nomes Beto citou: o ex-secretário municipal, José Antônio Baião; Rogério liderança do Serra Verde; Edmilson do Niterói, Beto da Adefom. 

 

 


Sobre a possibilidade de Edson Sousa integrar o PT, visto que o mesmo está sem partido, Cury afirma que o vereador é um ator importante nesse processo de construção do bloco dos partidos por Divinópolis. “Tenho conversado bastante com o Edson e gostaria muito, já falei isso para ele e torno isso público de ter o Edson Sousa como um militante do Partido dos Trabalhadores”, declarou Cury.


A respeito de pontos críticos da cidade a serem combatidos, o ex-secretário defende a recuperação do Rio Itapecerica com o tratamento do esgoto, a retirada dos trilhos da ex-Ferrovia que atravessam a cidade, a resolução dos vários problemas urbanísticos, visto que nos últimos 30 anos Divinópolis cresceu de forma desordenada e hoje várias regiões carentes enfrentam problemas de infraestrutura como falta rede de esgoto, energia elétrica, as linhas de ônibus, etc. Além disso, ele defende  que é importante apostar no investimento de um aeroporto digno que possa fazer  linhas áreas comerciais, o que seria muito importante para o desenvolvimento econômico e social da cidade. “Divinópolis é uma cidade de mais de 200 mil habitantes é uma cidade polo, economicamente desenvolvida, mas que tem alguns gargalos e que ela precisa superar alguns obstáculos para que cumpra sua vocação de cidade polo na região Centro-Oeste e que ela possa fazer jus ao nome de Princesa do Oeste”, finalizou.
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.