sexta-feira, 15 de Junho de 2012 14:39h Atualizado em 15 de Junho de 2012 às 14:49h. Carla Mariela

Beto Cury garante ser o pré-candidato, mas Sigla confirma Demétrius Pereira

“Estamos construindo as alianças com os demais partidos que tem nos procurado como o PT do B, o PRP, o PV, o PSB entre outros, pois Divinópolis é uma cidade complexa”, disse Cury.

Diferente das baixas temperaturas que pairam sobre a cidade do Divino, o cenário eleitoral vem esquentando a cada dia com as novas possibilidades de pré-candidatos apostadas pelos partidos.

 

As siglas consideradas de oposição estão realmente dispostas a concorrer uma vaga no Executivo Municipal ‘frente a frente’ à reeleição de Vladimir Azevedo (PSDB).

 


No entanto, as disputas não tem sido apenas entre legendas, mas o principal alvo de burburinhos antes mesmo das convenções é a concorrência interna. O PT que conta com o apoio do PT do B, PRP e do PV no sentido de construir um pré-candidato a vice, também vive aos olhos dos eleitores, o impasse de quem realmente será o candidato oficial a vaga de prefeito de Divinópolis para as eleições de outubro. As conversas e conchavos controversos entre membros da sigla deixam brechas e lançam dúvidas de quem será o candidato oficial do PT, entre os nomes cotados de Beto Cury (ex-secretário Nacional da Juventude) e Demetrius Arantes Pereira (ex-prefeito de Divinópolis).

 

Em entrevista a Gazeta do Oeste, Beto Cury reafirmou que ele é o candidato oficial do PT na disputa pela prefeitura de Divinópolis. “Estamos construindo as alianças com os demais partidos que tem nos procurado como o PT do B, o PRP, o PV, o PSB entre outros, pois Divinópolis é uma cidade complexa e depende da construção de alianças com outros partidos”, disse Cury.

 

Questionado sobre os rumores de que Demetrius Pereira irá participar das eleições deste ano, e que provavelmente ele (Demetrius) será pré-candidato a prefeito pelo PT, uma vez que isso dependia apenas de um sinal positivo do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, e sobre este contexto Beto Cury foi incisivo ao declarar que: “O pré-candidato a prefeito sou eu! Há realmente a possibilidade e intenção do Demetrius participar das eleições, mas acredito que disputando a vaga de vice-prefeito assim como os pré-candidatos dos demais partidos coligados com o PT”.

 


Entretanto, no último dia 12 de junho foi apurado pelo nosso colunista social Marco Aurélio Braga, durante o jantar de Demetrius Pereira com a companheira Cynthia Fagundes, que ficaram confirmados os nomes a pré-candidatos Beto Cury e Demetrius Pereira e conforme a publicação de ontem (14), “os bastidores políticos garantem que o pré-candidato Demetrius entra forte na disputa pela prefeitura de Divinópolis”.

 


Para confirmar a informação de que Demetrius Pereira será pré-candidato a prefeito de Divinópolis, a reportagem da Gazeta do Oeste tentou por diversas vezes fazer contato com petista, porém até o fechamento desta edição não obtivemos retorno. Já em contato com o pai de Demetrius, Geraldo da Costa Pereira, o progenitor não descartou a possibilidade de candidatura do filho. Porém Geraldo da Costa disse que o Demetrius está aguardando os resultados da pesquisa encomendada pelo Partido dos Trabalhadores para só então se pronunciar oficialmente. 

 

 


PESQUISA

 


Aproveitando o clima quente que todo cenário eleitoral causa entre os municípios, o diretório estadual do PT, encomendou uma pesquisa junto ao Instituto Vox Populi de Belo Horizonte, para avaliar o governo e o cenário político em seus diversos vetores. De acordo com Beto, a pesquisa já está pronta, porém ainda não foi registrada por isso, ainda não foram divulgados os dados oficiais.

 

Contundo, foram avaliados não apenas intenções de votos, mas também o trabalho que o governo tem exercido sobre a população, as influências políticas quanto a deputados, governador e presidente, além da opinião dos cidadãos sobre a política.

 

COMPROMISSO DE APOIO

 


Outro ponto chave que poderá definir os impasses relacionados a candidaturas do PT serão os compromissos de apoio, considerando que em sua última entrevista publicada neste diário, Demetrius Pereira, disse que teria um reunião com o ex-presidente Lula na quarta-feira (6) e antes de confirmar quaisquer articulações eleitorais, ele (Demetrius) dependia do aval de Lula em relação ao pleito. Perante os rumores, tudo indica que o ex-presidente deu sinal verde esperado pelo petista divinopolitano. Já Beto Cury que também tem passe livre com o governo federal devido já ter sido secretário Nacional da Juventude, argumentou ainda: “O Lula fez compromisso de apoio comigo antes mesmo de descobrir o câncer na laringe. Entretanto, foi tratado que ele (Lula) viria a Divinópolis. Agora com a doença, basta esperar ele se restabelecer, mas o seu apoio em relação a nossa candidatura está garantido. Já a presidenta Dilma Rousseff por ter inúmeros compromissos institucionais fica mais difícil de se deslocar até o município fora de sua agenda presidencial”, finalizou Cury.   

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.