Câmara discutirá campanha antidrogas nas escolas e pólo turístico de negócios

Na reunião Ordinária de hoje (28), os vereadores discutirão dois projetos de lei que encontram-se na pauta da Ordem do Dia: o projete de lei, de autoria do vereador Beto Machado (PSDB), que institui como Polo Turístico de Negócios a região dos shoppings e demais lojas no bairro Bom Pastor e o projeto de lei, de autoria do vereador Anderson Saleme, que dispõe sobre a campanha antitabagismo, antialcoolismo e antidrogas nas escolas públicas e particulares do município de Divinópolis e dá outras providências.
Ambos os projetos tratam de assuntos de interesse dos munícipes. A matéria que dispõe sobre o Polo Turístico de Negócios está em tramitação desde 2011 e segundo o parlamentar tucano, o projeto pretende que Divinópolis seja reconhecida como um Polo Turístico de Negócios, a fim de atrair recursos em nível estadual e federal que fomentem ainda mais o turismo, abrangendo o setor hoteleiro, gastronômico, de transportes, e o comércio, gerando empregos e renda para a cidade.
Já o projeto de lei que dispõe sobre a campanha antitabagismo, antialcoolismo e antidrogas nas escolas públicas e particulares pretende valorizar a saúde, alertando crianças e jovens sobre os riscos e os males que o tabaco, o álcool e as drogas podem trazer.
Em sua justificativa o presidente da Câmara, Anderson afirma que o tabagismo, alcoolismo e a dependência química são considerados pela Organização Mundial de Saúde como uma doença. É assustador como nossas crianças e jovens estão fazendo uso dessas substâncias, lotando consultórios médicos com diversos problemas de saúde e isso pode se complicar ainda mais futuramente. Muitos desses usuários começam a fumar, beber e fazer uso de drogas por uma questão de modismo, sendo assim a campanha visa interromper e desmistificar essa moda, para que não surjam mais dependentes.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.