sábado, 20 de Outubro de 2012 09:03h Gazeta do Oeste

Campanha socialista em Uberaba reune Aécio e o governador Eduardo Campos

O senador Aécio Neves (PSDB) e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), possíveis candidatos à Presidência da República em 2014, participaram ontem em Uberaba, no Triângulo Mineiro, da campanha do deputado estadual Lerin (PSB) à prefeitura e, depois de muitos afagos e de um colocar para o outro a bola na marca do pênalti em relação à disputa pelo Palácio do Planalto daqui a dois anos, afirmaram que a união de forças na cidade tinha relação exclusiva com as eleições municipais, e negaram a existência de qualquer articulação para a sucessão de Dilma Rousseff (PT).

Aécio citou a relações entre os dois partidos em outras cidades. “Então, eu, como o Eduardo, acredito que as coisas naturais são aquelas que dão certo. Estamos tratando de 2012. Em várias capitais, em outras cidades importantes do Brasil, ora o PSB apoia o PSDB, ora o PSDB apoia o PSB. Isso é extremamente salutar.” Segundo o senador, na política é necessário “compreender as circunstâncias do seu amigo”. “Eduardo participa hoje com seu partido da base de sustentação do governo da presidente Dilma. Somos a oposição, mas isso jamais impediu, no passado, jamais impedirá, repito, que nas grandes questões, estejamos juntos conversando sobre o que é melhor para o Brasil.”

Foi o primeiro comparecimento conjunto dos dois em campanhas pelas prefeituras em 2012. O partido de Campos é um dos principais aliados do governo federal. A disputa para a Prefeitura do Recife, porém, arranhou as relações da legenda com o PT. Os dois partidos não conseguiram entrar em acordo para lançamento de nome em comum. Na disputa, o PSB venceu com Geraldo Júlio. Já o candidato do PT, Humberto Costa, ficou em terceiro lugar.

Para o governador Eduardo Campos, o encontro entre os dois em Uberaba contribuiu para o cenário político nacional. “É o amadurecimento da democracia brasileira”, afirmou. A previsão era de que Aécio e Campos fizessem uma caminhada pelo Centro de Uberaba. Os organizadores da campanha de Lerin, no entanto, se esqueceram do fuso horário (uma hora a mais em Minas) em relação a Cuiabá, no Mato Grosso, de onde o governador de Pernambuco partiu em direção a Uberaba. Com o erro na programação, a agenda dos dois na cidade se restringiu a um encontro com militantes no auditório da Associação Comercial da cidade.

O PSDB lançou candidato à Prefeitura de Uberaba, o ex-deputado estadual, Fahim Sawan. O governador Antonio Augusto Anastasia (PSDB) e Aécio, no entanto, preferiram apoiar Lerin. Revoltado, o ex-parlamentar tucano, que ficou em quinto lugar na disputa, abandonou o partido.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.