terça-feira, 18 de Dezembro de 2012 04:19h Atualizado em 18 de Dezembro de 2012 às 04:42h. Carla Mariela

Carmo do Cajuru fecha as contas conforme a Lei

Além de deixar a prefeitura em boas condições, o Executivo deixará recursos em caixa

O prefeito municipal de Carmo do Cajuru, Geraldo César, apresentou a reportagem da Gazeta do Oeste, o fechamento de contas desse ano, referentes ao seu mandato. Durante a entrevista, o prefeito ressaltou que já tinha uma preocupação com o caixa da prefeitura, desde que ele reassumiu o Executivo, reservou o dinheiro no caixa e por isso conseguiu fechar as contas em dia.
“A receita de 2009 foi muito fraca, caiu muito o FPM, houve medidas que o Governo tomou que afetou muitos Municípios, então desde aquela época a prefeitura de Cajuru procurou sempre administrar de uma maneira a ter um dinheiro em caixa, pensando no final do meu governo, e com essa queda surpreendente que tivemos nos últimos quatro meses, com o recurso que nós tínhamos e as medidas que tomamos no final do Governo, vamos fechar o mandato com tudo pago”, ressaltou.
Conforme o prefeito, ele vai pagar o salário de dezembro ao servidor, o décimo terceiro e pagar todos os fornecedores, ou seja, ele vai entregar o Governo de acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal, com as contas em dia. Geraldo César declarou que tomou as providências que deveriam ser tomadas.
Ele ainda esclareceu que foi criada uma equipe de transição com pessoas indicadas pelo futuro prefeito e pessoas indicadas pelo atual governo. Foi criada a equipe, que fizeram as reuniões e está acompanhando toda a passagem do encerramento de contas da prefeitura de 2012 para 2013.
Ao ser questionado como foi para ele, assumir a prefeitura de Carmo do Cajuru, ele respondeu que assumiu o Poder Executivo há oito anos, e ao chegar na prefeitura encontrou telefone cortado por falta de pagamento, energia elétrica de alguns departamentos cortados, a prefeitura estava devendo salários.
“O meu primeiro dia na prefeitura foi muito difícil, eu cheguei até dizer que não iria dar conta e aos poucos com muito trabalho e com a equipe muito boa, apoio da Câmara Municipal, conseguimos arrumar a prefeitura e fizemos muitos investimentos importantes para Cajuru. Somos referência para o Estado, fomos premiados várias vezes. E o mais importante é você sair com as pessoas querendo que você fique. Eu entendo que a pessoa tem um momento que está preparada para fazer um bom trabalho e eu vivi esse momento intensamente. Agora o próximo prefeito tem que ter esse momento”, abordou.
Geraldo César declarou que ao assumir a prefeitura de Carmo do Cajuru faltava água na cidade em todos os pontos, que as pessoas não pagavam pelo fornecimento mas também não o tinham, hoje segundo o prefeito, os cidadãos pagam e não falta água na cidade. “Eu tive a coragem de criar em Cajuru um serviço direcionado para a água e para o esgoto. Além de termos conseguido construir uma grande estação de tratamento , moderna, construímos também a estação de tratamento de esgoto, ou seja, Cajuru dentro de três meses, vai ser uma cidade com água e esgoto tratados”, destacou.
Outro aspecto importante que o prefeito citou foram os recursos que ele está deixando com a sua saída. De acordo com ele, em convênios, está sendo deixado para a nova gestão, um valor de R$5 milhões, são recursos para dar continuidade ao seu Governo. “No dia 1º eu vou entregar para o prefeito que assumirá o exercício de 2013, além de recursos deixados em convênios, deixarei cinco chaves, de ônibus, uma van ambulância, mais duas vans e um veículo uno, tudo zero quilômetro, que estão na garagem, para que ele possa começar bem o seu novo governo”, finalizou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.