quarta-feira, 18 de Julho de 2012 14:51h Carla Mariela

Cartório Eleitoral apresenta número de impugnados

Ontem, à tarde, em entrevista a Gazeta do Oeste, a coordenadora do Cartório Eleitoral, Cíntia Faria, relatou quais os candidatos, coligações e partidos que foram impugnados pelo Ministério Público. No total foram 28 impugnados, dentre as impugnações, conforme a Cíntia Faria, foram três DRAPS. Esse DRAPS é um processo principal, sendo que é um processo por partido ou por coligação. No documento apresentado pelo Cartório Eleitoral, cada impugnado recebeu a notificação da sua impugnação e a data do prazo final para fazer a sua defesa.

 


Cíntia Faria esclareceu como funcionou o processo após a apresentação do edital antes da impugnação. “Depois que a gente pública o edital, corre cinco dias para impugnar e quem são os legitimados para fazer essa impugnação é o Ministério Público, coligação, partido político ou o candidato. Então essas impugnações foram do Ministério Público. Os que foram intimados tem o prazo para fazer a sua defesa. Faltam poucos para serem notificados, mas os partidos já estão cientes. Corre sete dias para que eles façam a contestação e o juiz vai analisar”, disse a coordenadora.

 

Ainda conforme Cíntia Faria, muitos foram impugnados porque apresentaram a declaração de próprio punho. “Apesar da legislação permitir a declaração de próprio punho, o Ministério Público, selecionou alguns desses documentos, não sei qual foi o critério que o Ministério Público utilizou, mas ele selecionou alguns para a impugnação. Muitos já trouxeram o comprovante de escolaridade, então já supriu”, destacou.

 


Baseado no controle das notificações das impugnações, os impugnados estão divididos entre coligações, partidos e candidatos, são eles: Renasce a Esperança (PTC, PSB, PV); PMDB (PMDB); Nós Somos o Futuro (PTN, PSDC), Antônio Ferreira de Freitas (PMDB); Elenice Marques de Souza (PMDB), Íria de Lourdes Romualdo (PMDB); Israel Mendonça (PMDB); Marcelo Augusto Santos (PMDB); Rosana Aparecida Lima de Sousa (PMDB); Décio Gualberto Fonseca (PDT/PSL); Deusdete de Oliveira Campos (PDT/PSL); Márcio Libério Tostes (PSOL); Marta Aparecida dos Santos (PSOL); Altair Aparecido de Oliveira (PRB/PP/PCdoB); Antero Ramos Ferreira (PRB/PP/PCdoB); Valdir Oliveira dos Santos (PRB/PP/PcdoB); Ana Cristina Amaral Rosa (PTC,PSB,PV); Garibalde Alves Ribeiro (PTC, PSB, PV); Ana Maria Lopes Rezende (PRTB/PMN); Evaristo Pedro Rodrigues (PRTB,PMN); Evilécio José Canedo (PRTB,PMN), Flávio Vieira da Silva (PRTB,PMN); Marcos Vinícius Alves da Silva (PSC,PSDB); Adiolélis Rezende de Oliveira (PTB,PR,DEM); Geraldo Coutinho (PRP/PTdoB); Júlio César Fortunato (PRP,PTdoB); Luik da Silva Lima (PRP,PTdoB); Baltazar de Oliveira (PTN,PSDC).

 


Contudo, Cíntia Faria, ressaltou que cada candidato impugnado terá sete dias para fazer a contestação e o juiz vai analisar se ele estará apto para seguir na campanha ou não. A data de notificação foi 13/07 e o prazo foi estendido para fazer a defesa é dia 20, 21 de julho.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.