terça-feira, 29 de Abril de 2014 05:53h Atualizado em 29 de Abril de 2014 às 05:58h. Carina Lelles

Cartórios eleitorais funcionam em regime de plantão

Neste feriado de 1º de maio, no próximo sábado e domingo o Cartório de Divinópolis atenderá aos eleitores que precisam regularizar o título.

Cerca de 20 mil divinopolitanos estão com algum problema com o título de eleitor e eles têm até 7 de maio para regularizar a situação. Para atender a esta demanda, e às pessoas que não podem comparecer ao Cartório em dias úteis, um regime de plantão foi montado.
Os primeiros plantões foram realizados no último sábado e domingo em Divinópolis, assim como em todos os Cartórios do país. Nos dois dias foram atendidas 94 pessoas, sendo 41 no sábado e 53 no domingo.
Nesta quinta-feira, feriado de 1º de maio e no próximo sábado e domingo, o cartório atenderá entre 12h e 18h. Quem quiser mudar o local de votação também pode solicitar até 7 de maio.
As pessoas com pendências no título de eleitor podem comparecer à Avenida Sete de Setembro, nº 818, Centro. De segunda a sexta-feira o cartório funciona das 8h às 17h e nos plantões das 12h às 18h.

 

Quem deve procurar o cartório
Devem ficar atentos ao prazo e aproveitar os plantões da Justiça Eleitoral os adolescentes com idade entre 16 e 18 anos, que já podem votar nas eleições deste ano, e os maiores de 18 anos, que devem votar sob pena de ficar em débito com a Justiça Eleitoral. Além disso, o prazo é válido para aqueles que terão 16 anos completos no dia cinco de outubro, data do primeiro turno das Eleições 2014.
Os que queiram transferir o domicílio eleitoral para votar em cidade diferente de onde costumavam fazê-lo também podem aproveitar os finais de semana e o feriado para procurar o cartório eleitoral mais próximo de sua nova residência, assim como aqueles que precisem regularizar a situação perante a Justiça Eleitoral, por terem o título cancelado, e eleitores com dificuldade de locomoção que queiram votar em seções de fácil acesso.
É importante que todos os que ainda tenham alguma pendência para ser resolvida nos cartórios eleitorais procurem resolvê-la o mais rápido possível, para evitar transtornos, como o enfrentamento de grandes filas.

 

Para fazer o alistamento eleitoral os documentos necessários são: documento de identidade original com foto (não serão aceitos carteira de habilitação e passaporte), comprovante de endereço recente e, para os brasileiros maiores de 18 anos do sexo masculino, comprovante de quitação com o serviço militar. Já para pedir a transferência do domicílio eleitoral, o eleitor deve procurar o cartório de sua nova residência portando o título, se ainda o possuir, um documento de identidade original com foto e comprovante de residência. Os documentos necessários são os mesmos para pedir a transferência para uma seção de fácil acesso.

 

Crédito da foto : Divulgação

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.