sexta-feira, 30 de Março de 2012 19:19h Atualizado em 31 de Março de 2012 às 08:56h. Carla Mariela

Chapa 2 vence eleições do Sintram

O Sintram é uma instituição que reúne servidores públicos municipais na defesa dos direitos individuais e coletivos dos trabalhadores do serviço público. A eleição para coordenar essa instituição ocorre de três em três anos, sendo que cada chapa deve ser composta com a consciência de que é preciso que haja debates para que diferentes ideias e propostas direcionadas para condições de trabalho, direitos do trabalhador, movimentos sociais, sejam realizados.
Para compor a nova coordenação do Sintram foram montadas duas chapas, mas os resultados das apurações apontou a chapa 2, encabeçada por João Madeira, como vencedora. As votações iniciaram dia 28, teve continuidade no dia 29 e ontem dia 30 aconteceram às apurações dos votos.
A partir desse resultado, a chapa 2, na qual foi a vitoriosa, tem como objetivo participar de movimentos sociais, mobilizando, conscientizando e organizando trabalhadores. Além disso, cabe à chapa vencedora, divulgar o trabalho do sindicato, formando opiniões, debatendo ideias na defesa dos interesses da classe trabalhadora, ou seja, os representantes devem investir na formação política e sindical, capacitando os trabalhadores para uma luta qualificada e organizada.
No primeiro dia de votação, ao ser entrevistado o representante da Chapa 2, João Madeira, afirmou que a sua intenção era reorganizar o SINTRAM, e que dentro dessa reorganização seria preciso rever a base territorial, e precisaria de pessoas para dar assistência, uma vez que o número sindicalizados é muito grande e por isso é preciso ampliar a estrutura.
De acordo com Madeira,  foi fundamental a chapa ter vencido, pois a partir da vitória, ele, em conjunto com sua equipe, aplicará as devidas propostas em benefício dos trabalhadores. “Quando me fizeram o convite para fazer parte dessa chapa é porque eu tinha o desejo de voltar a realizar esse trabalho, até mesmo por ter sido o primeiro presidente e achar que poderia contribuir em algumas coisas, então estamos aqui para contribuir, pois o processo de ideias terminou, a partir de agora é o conjunto do funcionalismo. Se houver fracasso, ou se houver sucesso, a responsabilidade é do coletivo do funcionalismo e agora não tem mais chapa 1 e chapa 2, agora somos todos trabalhadores da Prefeitura Municipal de Divinópolis, todos comprometidos em estar discutindo, lutando pelos nossos direitos e também deveres, porque as vezes cobramos o direito e esquecemos dos deveres e nós também temos os nossos deveres, então nós temos que participar disso”, ressaltou.
Ainda conforme, João Madeira, o resultado foi maravilhoso, pois o que se percebeu durante a votação foi o fato da vontade que as pessoas estavam mostrando em votar, teve a interação das pessoas. “Ao todo foram 3.237 pessoas, sendo que a chapa 1 teve 1.039 votos correspondendo a 33%. A chapa 2 que é a nossa teve 2.035 votos representando 66,2%; os votos brancos e nulos foram 163 representando 0,5%, então a meta que eu quero e desejo, pois nós nos sacrificamos, nós deixamos a nossa família para estar nessa luta, e conseguimos, ou seja, foi um sacrifício que agora se tornou maravilhoso, pois nós sabemos que as famílias estão participando conosco nesse momento de está feliz, de ser feliz e com o compromisso de trabalhar muito em função do nosso sindicato”, acrescenta.
Foram coletados os votos em 26 urnas, sendo que 6 eram fixas e 20 urnas itinerantes. Os locais de votações foram: Sintram, Prefeitura, Semusa, Pátio, Centro, Ipiranga, Afonso Pena, Danilo Passos, Ermida, São José, Interlagos, Porto Velho, Naçoes Maria Helena/Cajuru, Bambuí, Tapiraí/Medeiros, Igaratinga, Carmo da Mata, Oliveira, Araújo/Perdigão, S.Oeste/Pedra/Samonte, S.G. Pará/S.J.Varginha, Central 3- Divinópolis, Semed/Policlínica, Itapecerica/Cláudio e P.S.R. 
Sendo assim, o promotor Marco Antônio Costa, relatou que o processo de apuração foi tranquilo. “O clima foi de tranquilidade, com total transparência, clima de humanidade entre os integrantes de ambas as chapas que estavam disputando o pleito”, encerra.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.