sexta-feira, 13 de Junho de 2014 06:40h Atualizado em 13 de Junho de 2014 às 06:42h.

Comissão aprova alarme para informar caçamba levantada em caminhões

Deputado federal, Jaime Martins, foi o relator da medida que segue para análise da CCJ

A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados aprovou a proposta (PL 5528/13) que torna obrigatória a instalação de alarme nos caminhões com caçamba-basculante, para alertar o motorista quando a caçamba estiver levantada. O projeto muda o artigo do Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/97) que enumera os equipamentos obrigatórios para que veículos possam trafegar com segurança.
Atualmente, alguns caminhões já têm um sistema de travamento e outros possuem um sinal luminoso, mas eles não são considerados suficientes. A ideia é que haja um sinal sonoro caso a caçamba esteja afastada do chassi para chamar a atenção do condutor.
O relator, deputado, Jaime Martins (PSD), acredita se tratar de uma medida barata e eficaz, uma vez que, ao ser avisado do levantamento da caçamba-basculante, o condutor poderá acionar o rebaixamento, evitando acidentes. "É um mecanismo fácil de ser colocado, a um custo extremamente baixo. Muitas vezes o motorista transita com a caçamba levantada por uma distração, por acionamento indevido. Então, se isso ocorrer, ele vai ter um alerta sonoro e visual que impedirá a ocorrência de danos", argumentou.
O parlamentar ainda destaca que em Divinópolis tem um inventor de um equipamento para a instalação em caminhões. “Eu fui procurado por este inventor divinopolitano que desenvolveu um dispositivo, relativamente barato, que é capaz de apitar avisando o motorista quando a caçamba estiver levantada”, conta Jaime Martins.
 

 

 

Acidente na Linha Amarela
Não são raros os casos de colisões de caçambas-basculantes contra viadutos e passarelas de pedestres. No início do ano, no Rio de Janeiro, um motorista de caminhão trafegava com a caçamba levantada quando derrubou uma passarela na Linha Amarela. O acidente provocou a morte de cinco pessoas e feriu outras quatro, uma delas o próprio motorista do veículo.
O presidente do Sindicato das Empresas de Transportes de Carga no DF, Juvenil de Mendes Filho, informou que alguns motoristas de caminhão já vêm instalando o dispositivo sonoro, que custa, em média, R$ 50, por conta própria e que isso é importante para a segurança de todos. "No dia a dia do manuseio da caçamba, o motorista vai se acostumar a tocar a campanhia para alertar os outros cidadãos”, observou.
A proposta que prevê a instalação de alarme nos caminhões com caçamba-basculante segue agora para análise conclusiva da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.