terça-feira, 6 de Janeiro de 2015 05:43h Atualizado em 6 de Janeiro de 2015 às 05:52h. Jotha Lee

Comissão da Câmara pede ajuda a deputados para investigar São João de Deus

Vereador diz que se houver indícios de irregularidades, Legislativo deve exigir investigação ampla

A Comissão Especial da Câmara, nomeada no ano passado pelo presidente Rodrigo Vasconcelos de Almeida Kaboja (PSL) para investigar o Hospital São João de Deus, decidiu pedir ajuda aos três deputados com base eleitoral em Divinópolis para ampliar o campo da investigação. A Comissão foi instaurada após iniciativa do vereador Nilmar Eustáquio (PSL), que conseguiu assinaturas suficientes para instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) com o objetivo de apurar o que, de fato, levou o maior hospital filantrópico da região a afundar-se na maior crise financeira de sua história. A dívida do São João já se aproxima de R$ 130 milhões.
Formada pelos vereadores Edmar Rodrigues (PSD), Rodyson Kristinamuti (PSDB), Marcos Vinícius (PSC), Edimar Máximo (PHS) Eduardo Print Júnior (SDD) e Nilmar Eustáquio, a Comissão Especial foi nomeada diante da inviabilidade legal de se nomear uma CPI, já que o legislativo municipal só pode investigar verbas e convênios destinados pelo município. Como o São João de Deus recebe também recursos federais e estaduais, uma CPI da Câmara seria inconstitucional. “Como nós estamos limitados legalmente em apurar somente recursos municipais, e é o que estamos fazendo, que giram em torno de R$ 4 milhões, tive a ideia de cobrar nossos deputados, pois eles estão fora dessa discussão”, explicou o vereador Nilmar Eustáquio.
Para Nilmar, a investigação deveria interessar muito mais aos deputados, já que eles são os que mais destinam verbas para o São João de Deus. “São eles quem mais colocam dinheiro lá dentro, com emendas, com os convênios. Então nós temos que cobrar uma participação mais efetiva dos nossos deputados nesse processo. Eles não podem ficar calados”, acrescentou. “A população de Divinópolis já não suporta mais falar sobre rombo, desvio, no hospital. Não sabemos verdadeiramente quem desviou, se isso realmente aconteceu, se foi má gestão, não sabemos nada”, acrescentou.

 

 

ASSINATURAS
Para oficializar o pedido de ajuda aos deputados, já que eles terão maior poder de fogo para instaurar uma investigação oficial, a Câmara aprovou requerimento com a assinatura dos 17 vereadores. O documento foi encaminhado aos deputados solicitando participação efetiva no processo investigativo. Para Nilmar Eustáquio, somente com a participação dos deputados poderá se fazer uma investigação ampla. “Com a participação dos deputados, verdadeiramente teremos condições de trabalhar nesse caso. Se caracterizar alguma irregularidade, essa Casa [tem que] exigir dos deputados que façam uma investigação mais rigorosa em nível de Estado e também da União”, afirmou.
Até a semana passada a Comissão já havia mantido contatos com os deputados federal Domingos Sávio (PSDB) e estadual, Fabiano Tolentino (PPS). Sávio garantiu que está pronto para participar de todo o processo. “O deputado disse que o que compete a ele em Brasília ele fará para apurar todos os convênios, repasses e emendas que ele colocou dentro do hospital”, informou Nilmar.
O deputado estadual Fabiano Tolentino disse à Gazeta do Oeste que já se manifestou ao pedido da Comissão e pode pedir uma audiência pública na Assembleia Legislativa para que o assunto seja amplamente discutido. Ele afirmou que essa audiência poderá ocorrer no início de fevereiro, quando recomeça o ano legislativo, com a presença de todos os envolvidos, inclusive o Ministério Público. “É uma solicitação de todos os vereadores e a gente acata o pedido. Mas, há também várias ações que estamos realizando, como a busca de mais recursos junto ao Estado, como já fizemos antes. Estamos prontos para ajudar o Hospital, pois sabemos de sua importância para a região”, afirmou.
O deputado federal Jaime Martins (PSD) ainda não se manifestou, pois somente essa semana deverá receber a solicitação oficial da Comissão Especial da Câmara Municipal.

 

Crédito: Jotha Lee

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.