Comissão é formada para elaborar estruturação do novo Centro Administrativo

Conforme a secretária de administração e orçamento, Rosemary Lasmar, a equipe é necessária para proporcionar as condições adequadas para o pleno funcionamento do Centro Administrativo Municipal (CAM).

O prefeito de Divinópolis, Vladimir Azevedo (PSDB), por meio do decreto 11.117, anunciou a instituição da comissão de implantação do novo Centro Administrativo Municipal (CAM). Esta comissão foi criada com o objetivo de planejar, estruturar, fazer layout de ocupação e operação inicial do centro.

 


Além disso, cabe aos membros da comissão, assegurar o cumprimento da metodologia estabelecida para a implantação do projeto, acompanhar o cumprimento da execução do cronograma de implantação, estruturação e operação inicial, integrar os esforços das instâncias da municipalidade afetas à implantação do centro, de forma a proporcionar as condições necessárias para a plena implantação do projeto.

 


Conforme a secretária de Administração e Orçamento, Rosemary Lasmar, a equipe é necessária para proporcionar as condições adequadas para o pleno funcionamento do centro. “A comissão irá direcionar de forma ordenada, organizada e sem prejuízos à atual instalação, pois a prefeitura não pode parar suas atividades. O cidadão não pode ficar sem acesso aos serviços do poder executivo, portanto, a administração antecipou esse projeto de mudança nomeando a comissão para o planejamento a transferência de todos os servidores das diversas secretarias para a nova sede”, abordou.

 


Baseada na publicação do Diário Oficial haverá reuniões ou encontros extraordinários para debater e desenvolver trabalhos de implantação do CAM. Nestes encontros as discussões podem girar em torno da análise de impacto nos vários ambientes, principalmente na infraestrutura urbana, identificando fatores dificultadores e facilitadores de viabilização das mudanças planejadas. Estudos de viabilidade de alteração ou implementação de linhas de transporte coletivo e táxi, para atendimento ao centro, serão realizados caso necessário.
A secretária informou que trata-se de um planejamento de desenvolvimento econômico da região que abriga a instituição Cefet, o Hospital Público Regional, e que outro ponto positivo dessa transição é a economia de cerca de R$2,5 milhões anuais em aluguéis.

 


Entretanto, o decreto aborda também sobre a possibilidade de adotar as providências necessárias para as contratações e compras de mobiliário, equipamentos ou serviços voltados à implantação, estruturação e operação do centro. Os servidores e empresas contratadas para prestarem informações administrativas ou técnicas de interesse à operacionalização. Haverá a interatividade com a diretoria de comunicação da prefeitura para estimular a comunicação do progresso do Projeto de Implantação, Estruturação e Operação Inicial do centro administrativo.

 


Fica garantido aos membros da comissão instituída pelo presente decreto o recebimento de gratificação especial mensal, enquanto os membros estiverem no efetivo exercício das funções.

 


A comissão será composta pela presidente: Rosemary Lasmar e pelos membros: Thiago Nunes Lemos; Karina Maria Kunz; Roberto César Batista de Freitas; Rodrigo Amaral Ferreira; Cléber Aguiar Evangelista; Claudiane Santos Cançado; Dayane Ulisses de Oliveira.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.