terça-feira, 11 de Junho de 2013 07:25h Atualizado em 11 de Junho de 2013 às 07:29h. Carla Mariela

Confirmada verba de R$40 milhões para conclusão do Hospital Público Regional

O secretário de Estado de Saúde, Antônio Jorge de Souza Marques, esteve ontem, pela manhã, em Divinópolis para uma visita as obras do Hospital Público Regional. Na ocasião, o secretário anunciou um convênio no valor de R$40 milhões para que as obras sejam

O secretário de Estado de Saúde, Antônio Jorge de Souza Marques, esteve ontem, pela manhã, em Divinópolis para uma visita as obras do Hospital Público Regional. Na ocasião, o secretário anunciou um convênio no valor de R$40 milhões para que as obras sejam finalizadas. Estavam presentes, o prefeito Vladimir Azevedo (PSDB), o vice-prefeito Rodrigo Resende (PDT), os deputados federais Jaime Martins (PR) e Domingos Sávio (PSDB) e os deputados estaduais Luzia Ferreira (MD) e Fabiano Tolentino (PSD), dentre outras autoridades.

O secretário, Antônio Jorge, ressaltou que os R$40 milhões serão aplicados na conclusão de uma primeira etapa. Para ele, o hospital mudará a linha de cuidado da urgência e emergência em toda a região. Segundo o secretário, o governador de Minas Gerais, Antônio Anastasia, tem por Divinópolis um cuidado muito grande e que por isso estava na instituição, ontem, para dar a notícia sobre a verba para a conclusão das obras que se espera que aconteça em 2014.

Sobre a manutenção do hospital e compra de equipamentos após a conclusão da obra, o secretário ressaltou que os equipamentos, assim como em outros hospitais regionais há uma engenharia que é diversa, pois parte dos equipamentos existem e parte será adquirida.

Ele informou que os parlamentares estão colaborando com emendas federais para aquisição de equipamentos e isso tudo já está em custo. “Nós teremos um desafio talvez de mais R$40 milhões de equipamentos para o hospital ser montado com melhor tecnologia. Nós já temos uma resolução publicada nomeando membros de uma comissão para discutir o escopo assistencial e custeio do hospital. Estaremos fazendo uma nova publicação envolvendo o ministério da saúde neste debate. Estive há poucos dias com o secretário nacional Elvécio Magalhães, onde nós acordamos para acelerar os trabalhos dessa equipe de técnicos, do ministério, do estado, do município, de atores sociais e prefeitos da região”, afirmou.

Vladimir Azevedo abordou a vinda do secretário como um passo importante para consolidar o rito final da obra que já está 70% pronta. De acordo com o gestor, a parte de acabamento exige muito para que se mantenha um padrão de qualidade. Já sobre o acesso ao hospital, o prefeito destacou que tem um cronograma, com asfaltamento da rua Lagoa da Prata, que será feito no segundo semestre deste ano. Terá outra ligação pela rua da Universidade Federal que será também construído neste ano. Mas, o prefeito frisou que possui um plano maior que é a ligação da BR- 494 com o hospital até o aeroporto que seria uma parte do anel urbano que ele quer construir no segundo biênio do mandato.

Para o secretário municipal de saúde, Dárcio Abud, este recurso anunciado pelo secretário Antônio Jorge, será o ideal para o término das obras em sua parte física. Segundo ele, a parte de equipamentos evidente que são outros recursos que estão em andamento. “Existem etapas da obra que podem ser aceleradas e outras não. A parte física, estrutural, às vezes mesmo tendo recurso o cronograma não pode ser acelerado dependendo da situação. Evidentemente que este novo convênio vem para acelerar e dar uma data definitiva que nós precisamos de abertura do hospital que seria no primeiro semestre do ano que vem”, disse.

Jaime Martins salientou que estava feliz com a visita do secretário para fazer a vistoria nas obras. Para ele, ainda existem muitos desafios a serem superados. “Primeiro, são os desafios para finalizar esta obra porque sabemos que a obra levará alguns anos para ficar pronta, depois tem o desafio dos equipamentos e depois o modelo para operação do hospital. É importante porque traz mais um direito do SUS para a nossa cidade. Aquilo que for possível colaborar, vou colaborar”.

Domingos Sávio enfatizou que já tem uns quatro anos que ele vem lutando pela obra, ainda com o governador Aécio Neves. Conforme o deputado houve o apoio um apoio também do governador Antônio Anastasia assumindo o compromisso de ajudar a concluir a obra.

Fabiano Tolentino disse que é muito importante ter em Divinópolis esta grande obra que é o hospital público. Segundo Tolentino ele preocupa também com a manutenção e para isso ele está fazendo reuniões para encontrar o equilíbrio para que a instituição tenha uma boa manutenção.

Luzia Ferreira encerrou reforçando que o hospital regional é uma conquista não só para Divinópolis, mas para todo o centro-oeste. Ela acha que a descentralização do atendimento reforçando os polos regionais, evita o fluxo de todos irem em direção a capital. A deputada finalizou dizendo que é muito a construção da instituição é relevante porque permite fazer um planejamento mais adequado, prestar um atendimento mais próximo da onde as pessoas moram, inclusive, otimizar custos.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.