sábado, 25 de Abril de 2015 05:55h

Dilma: balanço da Petrobras marca nova era na empresa

A presidenta Dilma Rousseff confirmou hoje (24) que a divulgação do balanço de 2014 da Petrobras marca uma nova fase da empresa

Enquanto aguardava a chegada da presidenta sul-coreana, Park Geun-hye, no Palácio Itamaraty, Dilma foi perguntada pelos jornalistas se a divulgação marcava uma nova era da petrolífera brasileira e respondeu: “sem sombra de dúvida”.

O balanço auditado de 2014 da Petrobras foi divulgado na quarta-feira (22) e mostrou que a estatal teve um prejuízo total de R$ 21,6 bilhões, sendo R$ 6,2 bilhões com perdas referentes à corrupção. No mesmo dia, o atual presidente da empresa, Aldemir Bendine, pediu desculpas, em nome dos empregados da estatal, pelas irregularidades ocorridas na companhia.

“Eu hoje represento a companhia. A Petrobras foi vítima de tudo isso pelo que ela passou. Somando-me aos 86 mil empregados do sistema Petrobras, sim, a gente está com o sentimento até de vergonha disso que a gente vivenciou, desses malfeitos que ocorreram”, disse Bendine, após a divulgação do balanço.

Hoje as ações da estatal brasileira subiram tanto na Bolsa de Valores brasileira quanto na de Nova York. O novo plano de negócios da Petrobras para os próximos cinco anos será divulgado em maio e terá como premissa a desalavancagem (menos crédito e redução de endividamento) da empresa, com investimentos em projetos de maior rentabilidade, disse ontem (23) a diretora de Exploração e Produção da estatal, Solange Guedes.

Após almoço oferecido em homenagem à presidenta sul-coreana, Dilma voltou a falar sobre a importância da divulgação do balanço de 2014 da estatal com a imprensa. “Eu considero muito importante a aprovação do balanço, porque a Petrobras vira uma página, acerta seu passo, e tenho certeza de que a Petrobras vai dar ainda muitas alegrias para nós nos próximos meses e anos”.

A presidenta destacou que a estatal receberá, pela terceira vez, o OTC Distinguished Achievement Award, maior prêmio concedido a uma empresa de petróleo por seu desenvolvimento tecnológico, e reforçou que a Petrobras superou as questões ligadas à Operação Lava Jato. “Ao concluir e registrar o seu balanço ela mostra também que superou todos os problemas de gestão ligados à questão da Lava Jato que, porventura, ainda estivessem pesando, justamente pela necessidade de se fazer o registro das perdas”, disse.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.