terça-feira, 23 de Outubro de 2012 09:44h Gazeta do Oeste

Dilma e Aécio reforçam campanhas em Manaus

Faltando menos de uma semana para a realização do segundo turno, os candidatos à Prefeitura de Manaus têm suas campanhas reforçadas por lideranças nacionais de seus respectivos grupos políticos.

Em desvantagem nas pesquisas, a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) conta com a popularidade da presidente Dilma Rousseff, que participaria de um comício na capital amazonense na noite desta segunda-feira, para tentar se recuperar.

Já Artur Virgílio (PSDB) recebe nesta quarta-feira o também senador Aécio Neves (PSDB-MG), que, com vistas à disputa presidencial de 2014, faz uma espécie de turnê pelas cidades que têm candidatos tucanos ou aliados participando do segundo turno.

"A presença da presidente Dilma é politicamente muito importante mas não sei dizer se poderá virar o quadro (eleitoral)", afirmou Vanessa, horas antes do início do comício. "Quero, da minha parte, mostrar o que o nosso grupo político fez aqui na capital e no Estado, e comparar com os resultados das gestões do grupo do meu adversário", disse a candidata do PCdoB.

As pesquisas eleitorais divulgadas em Manaus mostram ampla vantagem de Virgílio. De acordo com a última sondagem realizada pelo Ibope na semana passada, o candidato tucano teria 68% dos votos válidos contra 32% de Vanessa. Outros institutos locais apontam resultado similar.

Para Virgílio, a vinda de Aécio Neves poderá agregar mais força política à sua campanha e também será positiva para as pretensões futuras do senador mineiro.

"A vinda (de Aécio) será positiva também para ele. Estamos num momento bom. Espero que isso seja benéfico para ele. É uma liderança bem-vista aqui em Manaus", disse o candidato tucano, que pretende realizar um comício com a participação de Aécio amanhã.

O comício com Dilma foi programado para ocorrer na região do igarapé do Passarinho, zona norte da cidade, numa das áreas mais carentes da capital amazonense. A presidente, que no primeiro turno limitou-se a gravar um depoimento de apoio a Vanessa, deve alternar o pedido de votos à candidata com críticas a Virgílio.

A possível vitória do tucano representaria a volta à cena de um dos principais quadros da oposição durante os oito anos do governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Caso as pesquisas se confirmem, também saem derrotados da eleição o líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM), principal articulador da candidatura de Vanessa, e o governador Omar Aziz (PSD).

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.