quarta-feira, 2 de Dezembro de 2015 09:01h Atualizado em 2 de Dezembro de 2015 às 09:05h. Jotha Lee

Dinheiro para pagar 13º salário ainda não está no caixa da prefeitura

O boato que circulou ontem dando conta de que a prefeitura depositaria ainda hoje o 13º salário dos servidores municipais foi prontamente desmentido pela Diretoria de Comunicação, argumentando que não há como pagar o benefício antes da quitação da folha de pagamento referente ao mês de novembro. De acordo com a Diretoria de Comunicação, a folha de novembro será quitada até a próxima sexta-feira e a prefeitura está trabalhando para pagar o 13º do funcionalismo até o dia 20 de dezembro, limite máximo permitido por lei.
Ontem a reportagem não conseguiu contato com o secretário municipal de Fazenda, Antônio Castelo, que segundo a assessoria de imprensa, estava participando de reuniões administrativas importantes. Entretanto, uma fonte ligada à área econômica da prefeitura, disse que o município ainda não tem disponível em caixa o dinheiro para pagamento do 13° salário e que está sendo feito um esforço para conseguir esses recursos até o próximo dia 20. A mesma fonte assegurou que o funcionalismo pode ficar tranquilo, pois, a exemplo do ano passado, as dificuldades financeiras existem, mas o prefeito Vladimir Azevedo (PSDB) continua priorizando o servidor.
Em recente entrevista concedida ao Gazeta do Oeste, o prefeito reafirmou que o funcionalismo é uma de suas prioridades e garantiu que não haveria atrasos tanto na folha de pagamento quanto no pagamento do 13º salário. Vladimir não negou em nenhum momento as dificuldades que o município enfrenta e esse ano fez questão de trazer isso a público, lembrando que a redução no repasse de recursos federais e estaduais – como o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) – além do aumento do custeio para vários serviços, deixaram os municípios em muitas dificuldades.

 

R$ 15 MILHÕES
O pagamento do 13º salário do município significa a entrada de R$ 15 milhões na economia da cidade e é um dos fatores que movimentam o comércio de fim de ano. Mesmo ainda não tendo o dinheiro em caixa, a fonte ouvida ontem pelo Gazeta garantiu que não vê riscos de haver atrasos no pagamento do benefício.
Um dado que chega a ser alarmante foi divulgado pela Confederação Nacional dos Municípios (CMN), dando conta de que boa parte das cidades brasileiras terá dificuldades em quitar o 13º esse ano. Segundo a CMN, 95% das prefeituras mineiras não têm caixa para bancar o pagamento do benefício, assegurado ao trabalhador pela legislação trabalhista.
A CMN justifica as dificuldades usando o mesmo discurso dos prefeitos mineiros, assegurando que a baixa arrecadação nos repasses dos governos estadual e federal é o principal fator que dificulta o fechamento do ano financeiro pelos municípios do Estado.
Prefeitura ainda não tem dinheiro para pagar 13º salário
O dinheiro para pagamento do 13º salário dos servidores municipais de Divinópolis ainda não está no caixa da Prefeitura, mas uma fonte garante que o pagamento será feito dentro do prazo estabelecido pela legislação.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.