sábado, 17 de Novembro de 2012 05:24h Gazeta do Oeste

Dirceu pode ser assassinado na prisão, alerta Rainha

 O líder sem-terra José Rainha Júnior disse nessa sexta-feira que o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu pode ser assassinado na prisão, caso venha a cumprir na cadeia parte da pena a que foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). “Dentro do presídio quem manda é o crime e ele, por tudo o que representa, vai ser um alvo fácil.” O líder sem-terra acredita que isso equivale a condenar o ex-ministro à pena de morte. “O Zé (Dirceu) é um lutador que sobreviveu à ditadura militar, mas no nosso sistema carcerário ele vai virar um troféu. Conheço como funciona o sistema e vai ser muito difícil ele sair com vida.”

Amigo de Dirceu há 30 anos, Rainha permaneceu nove meses na prisão, após ser preso, em junho de 2011, durante operação da Polícia Federal, que investigava o desvio de recursos da reforma agrária. Ele passou por celas de cadeias públicas e de penitenciárias estaduais. Na última prisão, sua família recebeu uma carta revelando um plano para assassiná-lo. Ele foi transferido para São Paulo e incluído na lista de lideranças rurais ameaçadas de morte elaborada pela Comissão Pastoral da Terra (CPT). “Lá dentro não há qualquer garantia de segurança, você se vê sendo morto a qualquer momento”, disse.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.