sexta-feira, 14 de Março de 2014 05:34h Atualizado em 14 de Março de 2014 às 05:36h.

Diretor-presidente da FCA se reúne com prefeito e debate novos investimentos

Divinópolis se mantém como base estratégica no plano de ações da empresa, sediando uma das maiores oficinas ferroviárias da América Latina.

O Prefeito Vladimir Azevedo e o diretor-presidente da Ferrovia Centro-Atlântica (FCA), Marcelo Magistrini Spinelli, se reuniram na tarde desta quarta-feira (12) para debater sobre novos investimentos no município e reafirmar a parceria institucional estabelecida entre a empresa do Grupo VLI e a Prefeitura de Divinópolis. Assuntos relevantes à população foram tratados no encontro, como o desenvolvimento projetos de responsabilidade social, ações de fomento à cultura e esporte, além de obras e parcerias que contribuam para a harmonia na relação entre ferrovia e comunidade.
Em entrevista, o diretor de Operações Ferroviárias, Rodrigo Ruggiero, apontou o município como base estratégica no plano de ações da empresa. “A nossa Oficina em Divinópolis assim como toda a cidade tem grande importância na história da Ferrovia Centro-Atlântica. Vemos que a ferrovia e o município se desenvolveram juntamente ao longo dos anos, em uma relação de parceria, não só baseada nos negócios da FCA, mas também no laço próximo que mantemos com a comunidade. Hoje, além de realizar reparos, a oficina também faz testes com novos equipamentos adquiridos pela empresa. São 55 mil metros quadrados de área total, o equivalente a quase sete vezes o campo do Mineirão e mais de 1.000 empregados dedicados, o que torna a oficina uma das maiores da América Latina” ressaltou o diretor.
Para o prefeito Vladimir Azevedo, o planejamento apresentado pela empresa originária da Rede Ferroviária Federal S/A (RFFSA) privilegia Divinópolis em diversos aspectos socioeconômicos. “A relação da ferrovia com Divinópolis é uma relação de DNA, e para nossa alegria a FCA ainda é hoje, como gestora do sistema ferroviário no nosso ramal, uma empresa que cresce e que investe, e tem Divinópolis num plano de negócios cada vez mais robustecido, mais forte e denso, que gera empregos. Divinópolis ainda é a maior oficina ferroviária da América Latina, e continuará sendo” assegurou.
“O presidente Marcelo Spinelli esteve aqui com sua equipe, para que nós possamos cada vez mais melhorar a gestão da relação urbana com a ferrovia, como por exemplo, as cancelas. Afinamos o projeto de um viaduto que está naquele anel urbano ligando o Complexo da Ferradura/ Distrito Industrial do bairro Icaraí à AMG-345, estrada de acesso a Carmo do Cajuru, que nós estamos construindo  e que será fundamental para que nós possamos terminar essa obra dentro desse semestre que é nossa grande meta, discutindo também obras importantes como o Complexo Esportivo do Planalto que tem uma interface com a faixa de domínio da ferrovia. Discutimos questões de uma parceria institucional na cultura e principalmente no esporte com o Projeto Vale Ouro, que a gente quer desenvolver aqui uma forte célula e  estamos terminando de  preparar. Enfim,  uma reunião de muito trabalho mas acima de tudo para nos comunicar,  buscando a harmonia do contorno ferroviário que virá e a relação dele com a oficina  ferroviária, e nesse quesito então uma agenda que foi muito rica para mostrar a importância da relação institucional entre a FCA e o município, numa relação de desenvolvimento econômico, geração de empregos, que emprega mais de mil e duzentas pessoas e vai aumentar seus investimentos, com novas locomotivas, com novas tecnologias, e dessa maneira melhorando também o processo de desenvolvimento econômico e qualidade de vida com vários projetos da Prefeitura” concluiu o prefeito.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.