sexta-feira, 4 de Abril de 2014 11:42h

Distrito Federal lança plano de ação para promover a igualdade de gêneros

O governo do Distrito Federal lançou hoje (3) decreto que cria o 1º Plano Distrital de Políticas para as Mulheres, que prevê ações para 2014 e 2015 que promovam a igualdade de gênero.

O documento prevê 304 ações, entre elas inserir 15 mil mulheres no mercado de trabalho e a capacitação de profissionais das áreas de segurança pública, saúde, educação, assistência social e sistema socioeducativo.

"Nós precisamos de vários referenciais. Precisamos de trabalho para a mulher, que muitas vezes se mantém no ciclo da violência porque não tem renda. Nós precisamos da saúde para a mulher, porque assim ela se sente mais emponderada para enfrentar a violência. Nós precisamos de uma educação não sexista que permita a construção de outro olhar sobre os gêneros", disse Olgamir Amancia, secretária da Secretaria da Mulher do DF.

Outra ação prevista no plano é a criação de mais duas Delegacias da Mulher, uma em Ceilândia e outra em Planaltina, cidades do DF distantes 26 quilômetros (km) e 48 km de Brasília, respectivamente. Atualmente o DF tem uma delegacia especializada, que fica no Plano Piloto. Para o acompanhamento da ações do plano será criado o Comitê de Articulação e Monitoramento para que a sociedade também possa controlar a implementação.

A medida vem depois que o mês das mulheres teve uma série de denúncias de violência contra a mulher e terminou com uma pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada , divulgada no dia 27 de março,  mostrando que 65% das pessoas acham que a mulher que mostra o corpo merece ser atacada.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.