Divinópolis contará com sistema biométrico para a próxima eleição

A partir do dia 15 de maio será iniciado o recadastramento por meio das digitais e da foto do eleitorado do município

O município de Divinópolis terá 100% dos seus eleitores identificados biometricamente nas próximas eleições. A novidade partiu do presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE/MG), o Desembargador Antônio Carlos Cruvinel, que esteve ontem  (05) na cidade, para apresentar ao prefeito Vladimir Azevedo (PSDB), aos deputados majoritários do município e ao presidente da câmara as linhas gerais do projeto de recadastramento biométrico.
O recadastramento do eleitorado do município acontecerá por meio da coleta das impressões digitais e da foto dos eleitores. O procedimento começará no dia 15 de maio e terminará no dia 29 de novembro deste ano. Ao todo Divinópolis possui 158.505 eleitores, duas zonas eleitorais (102 e 103) e 497 seções de votação. Além disso, é o 11º maior colégio eleitoral do Estado e a maior cidade mineira que utilizará a biometria.
A diretora geral do TRE/MG, Elizabethe Rezende Barra, explicou que a biometria é um processo que vai trazer maior segurança ao voto do eleitor. Segundo ela, o sistema consiste na coleta das digitais do eleitorado para o recadastramento, fazendo com que no momento de votação o eleitor seja reconhecido na urna através da sua digital.
Quando questionada se este sistema biométrico será capaz de diminuir as justificativas de ausência de voto nas urnas, ela respondeu que tem a confiança de que haverá esta diminuição, pois em Alagoas e Sergipe as justificativas de voto diminuíram. Segundo Elizabethe Rezende Barra, o eleitor com o uso deste procedimento fica mais estimulado pelo fato de automaticamente ser reconhecido.
Sobre a meta que o Tribunal Superior Eleitoral pretende atingir com esse procedimento, a diretora geral, ainda respondeu que o objetivo é recadastrar os eleitores de todo o Brasil até 2018. Conforme Elizabethe Rezende, Divinópolis começando este recadastramento biométrico, será a cidade com maior número de eleitores que já foi registrado em Minas Gerais.
O presidente do TRE/MG, Antônio Carlos Cruvinel, escolheu Divinópolis para a aplicação deste sistema pelo fato dele não pensar o município como comarca, como zonal eleitoral, como retaguarda e sim como vanguarda. Ele acrescentou relatando que escolheu a cidade porque sabe que o procedimento vai ser ótimo para Divinópolis.
O diretor da secretaria de informática do TRE, Maurício Melo, também se pronunciou e declarou que o projeto de biometria complementa o projeto da urna eletrônica na medida em que ele cria mecanismo de autenticar o eleitor. Maurício Melo esclareceu que o sistema consegue comprovar que não tem a condição de um eleitor votar em nome de outro. A biometria serve para se ter a certeza de que o eleitor que está comparecendo é realmente o que vai votar. Ele garantiu que a segurança do reconhecimento é de 100%.
O prefeito Vladimir Azevedo, abordou que o encontro com o presidente do TRE/MG foi positivo e frisou que a justiça eleitoral é referência do povo brasileiro como garantia de uma democracia sólida, segura e ágil. Conforme Azevedo, com o sistema biométrico Divinópolis será tida como a primeira cidade do interior e a maior do Estado de Minas Gerais a ter a votação em 2014 sob este processo, o fato é motivo de orgulho.
Entretanto, no dia 15 de maio, todos os eleitores de Divinópolis deverão comparecer ao cartório eleitoral da cidade, localizados na avenida 7 de Setembro, 818, no centro, para iniciar o recadastramento biométrico. O eleitor que não comparecer ao recadastramento terá o título cancelado e serão excluídos do banco de dados da Justiça Eleitoral.


Biometria em Minas Gerais


Nas eleições de 2012, mais de 270 mil eleitores mineiros, em 21 municípios, votaram em urnas com identificação biométrica. Em 2013, a revisão biométrica em Minas será feita em cidades de regiões e portes diferenciados, de acordo com os equipamentos e recursos financeiros destinados ao projeto. No mês passado, quatro municípios iniciaram o recadastramento biométrico, sendo eles: Senador Firmino, Dores do Turvo, Brás Pires e Tapira. O procedimento termina dia 30 de agosto nos três primeiros municípios e dia 31 de maio em Tapira.
Com o recadastramento biométrico nesses municípios e em Divinópolis, o TRE superará o alvo previsto no seu planejamento estratégico de ter em 2013/2014, 2,5% dos eleitores do Estado recadastrados biometricamente. Esse percentual equivaleria a cerca de 375 mil eleitores, mas com os 26 municípios abrangidos pelo projeto haverá cerca de 450 mil eleitores recadastrados biometricamente até o final deste ano.

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.