terça-feira, 27 de Maio de 2014 06:17h Atualizado em 27 de Maio de 2014 às 06:20h. Carina Lelles

“Divinópolis é a cidade do Divino, é a cidade da amizade, do acolhimento, que nós temos a alegria de defender.”

102 anos de Divinópolis, qual é a importância da cidade no Estado de Minas Gerais?

Posso dar hoje um testemunho. Sinto que a maioria dos divinopolitanos, que nasceram aqui ou que foram adotados por essa cidade maravilhosa, como eu tive o privilégio de ser, gostaria de dar este testemunho. Divinópolis é uma cidade pela qual a gente se apaixona, a gente realmente passa a gostar e sentir falta dela quando a gente tem que ficar alguns dias fora. Dou este testemunho porque criei meus filhos em Divinópolis, fiz toda a minha trajetória profissional e política aqui na cidade, de vereador a deputado federal. Eu hoje tenho que rodar o Brasil inteiro em razão do meu trabalho e sinto falta de Divinópolis quando chego a ficar, quando muito, uma semana sem vir aqui.
Moro em Divinópolis, mas toda semana tenho que ir a Brasília e em várias cidades mineiras e posso dizer com muita segurança que não é por acaso que Divinópolis hoje figura como a quarta cidade que teve um dos maiores desenvolvimentos sociais dos últimos anos, segundo pesquisas oficiais. Divinópolis está entre as melhores cidades do Brasil em desenvolvimento humano. Embora tenhamos muitos problemas, Divinópolis é uma cidade que dá oportunidade para todos, é uma cidade em que há muito trabalho e as pessoas têm oportunidade na vida é através do trabalho. É hoje uma cidade universitária com cursos superiores em todas as áreas do conhecimento humano, é uma cidade com uma força cultural a partir da nossa gente, dos nossos talentos, reconhecida nacionalmente e até internacionalmente. Portanto, é uma cidade pela qual a gente se apaixona. Então mesmo com os problemas, eu não tenho dúvida que a gente pode comemorar com alegria, com felicidade, de termos juntos, ao longo de mais de um século, construído uma cidade que nos dá motivo de orgulho de dizer a cada canto que sou divinopolitano. Digo isso sempre na tribuna de Brasília, representando Divinópolis com muita honra e como digo em todas as cidades por onde eu circulo. Divinópolis é a cidade do Divino, é a cidade da amizade, do acolhimento que nós temos a alegria de defender.

 

 

 

O repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) é um dos motivos de maior reclamação dos municípios do país e não é diferente em Divinópolis. Você, como deputado federal, é o principal elo entre a cidade e o governo federal. O que está sendo feito para melhorar esta questão do repasse do FPM?

Tenho uma posição clara. Já fui prefeito e sei como sofrem as prefeituras de terem uma receita pequena para um volume de trabalho e obrigações muito grande. Para mudar isso, vamos ter que mudar o governo federal que comanda a maioria do congresso. Eu sou da oposição e tenho lutado para fazer com que o governo compreenda isso, mas infelizmente o atual governo não permite sequer que o tema seja colocado em pauta. Existe uma proposta de emenda a Constituição propondo a ampliação do FPM, mas a base do governo Dilma, os deputados federais que a apóiam, é a grande maioria e, seguindo a orientação da presidente e do ministro da Fazenda Guido Mantega, não deixam o assunto sequer entrar em pauta.
Temos um compromisso que foi feito de maneira pública pelo senador Aécio Neves, que é o meu candidato a presidência da república, que eleito presidente, destinará uma parcela maior dos recursos públicos para os municípios. Ele, como governador, foi muito parceiro das prefeituras, tanto que foi reeleito com uma ampla maioria, tendo apoio na época de prefeitos do PT e do PMDB porque mostrou ser um governador que trabalhava de maneira suprapartidária. Nossa esperança é que o Aécio seja eleito presidente da república, porque sem ter um presidente da república que queira mudar esta relação perversa de concentrar o dinheiro dos impostos em Brasília, a chance disso mudar fica próximo de zero. Com o Aécio eleito e ele tendo assumido publicamente, no encontro nacional de prefeitos que teve recente em Brasília, que vai defender e aprovar uma destinação maior de recursos para os municípios, eu espero estar lá em Brasília como deputado federal ao lado do futuro presidente Aécio Neves, para cobrar e ajudar a implantar estas mudanças.

 

 

 

Uma bandeira sua é o Hospital Público de Divinópolis que está em obras, mas sofre com o lento repasse de verba do governo estadual. Como está a sua participação nestas negociações?
Acabei de ter uma reunião com o atual secretário de estado de Saúde. O José Geraldo foi meu assessor quando eu era deputado estadual, líder da maioria no governo Aécio Neves. Naquela época eu escolhi o José Geraldo para ser o chefe da assessoria da maioria e ele, que é funcionário de carreira da assembleia, se mostrou tão competente neste trabalho que foi chamado depois pelo Alberto Pinto Coelho, quando presidente da ALMG, para ser secretário geral da assembleia e ele continuou neste cargo até há poucos meses. Ao assumir o governo, o Alberto Pinto chamou o José Geraldo, que trabalhou comigo, para ser o secretário de estado de Saúde.
Reuni-me com ele, levei o prefeito Vladimir, e saí de lá com duas situações importantes e definidas: um apoio maior da Secretaria de Estado ao HSJD, porque não podemos descuidar dele, é preciso mantê-lo e melhorá-lo. Saí de lá com o compromisso do secretario de Saúde e, posteriormente, recebi um telefonema do governador, de garantir o cronograma de repasses financeiro para nós concluirmos as obra do hospital público regional.
Comecei a lutar pelo hospital público regional quando ele ainda era um sonho, quando era ainda uma idéia, encontrando até resistência por parte de alguns adversários políticos que diziam que aquilo era promessa. Na verdade, nós transformamos a promessa em realidade, hoje, mais de 80% da obra já está pronta. 100% do recurso que foi colocado ali veio do governo do Estado e fui eu, deputado, Domingos Sávio, que fiz esta ligação entre Aécio, depois Anastasia, e o prefeito, Vladimir Azevedo, para construir esta parceria dos meus aliados do PSDB do governo do Estado com o meu aliado do PSDB na prefeitura, Vladimir Azevedo. A Prefeitura entrou com o terreno e parte da terraplenagem, fora isso, 100% do recurso nós conseguimos com o governo do Estado. Consegui, com o governo federal, R$ 13,5 milhões de emenda de bancada que eu tornei uma realidade. O dinheiro está na conta do governo do Estado para comprar equipamento para o hospital de Divinópolis. Graças a Deus posso dizer que, como deputado federal, esta obra será a maior obra pública em todo o Centro-Oeste mineiro e que nós, desde o primeiro momento, acreditamos nela e temos a certeza que ela virá em boa hora porque a saúde pública é hoje, talvez, o maior problema na nossa região como um todo.
Espero ainda estar como deputado federal no ano que vem para poder trabalhar para garantir o dinheiro para o custeio e funcionamento, para que o hospital atenda às milhares de pessoas que precisam dele em Divinópolis e região.

 

 

Qual o desejo do deputado para Divinópolis nestes 102 anos?
Desejo que ela continue melhorando a cada dia e que nós possamos nos manter unidos, indiferente de partidos, trabalhando por Divinópolis. Nesse ano que concluo meu mandato de deputado federal eu acredito que vou estar entre aqueles deputados que, ao longo da história, mais dinheiro público destinou a Divinópolis. Nós mandamos R$ 1 milhão para a Universidade Federal em 2013 e mais R$ 1 milhão em 2014. Colocamos R$ 1 milhão para a rede municipal de saúde para concluir os três postos de saúde que estão inacabados: Sagrada Família, Tietê e Bela Vista. Colocamos mais de R$ 1 milhão para a infraestrutura urbana e rural, vamos ter a pavimentação da Avenida Espírito Santo, ligando a região do Sidil até a Rua Sergipe para desafogar o trânsito na Paraná e este dinheiro já está no caixa da Prefeitura. Conseguimos também recursos para a construção de um complexo poliesportivo no bairro Planalto, R$ 1 milhão que também já está na conta da Prefeitura e conseguimos um complexo poliesportivo na região do Icaraí. Isto sem falar em outras ajudas que destinamos ao Hospital São João de Deus. Só de emenda federal de minha autoria para Divinópolis são mais de R$ 5 milhões. Isso com certeza é o maior volume de emenda federal destinada para o município, e olha que eu sou da oposição. Espero que no futuro, sendo da base do governo, eu possa trazer mais ainda do que tenho conseguido trazer.

 

“Comecei a lutar pelo hospital público regional quando ele ainda era um sonho, quando era ainda uma idéia, encontrando até resistência por parte de alguns adversários políticos que diziam que aquilo era promessa. Na verdade, nós transformamos a promessa em realidade.”

“Já fui prefeito e sei como sofrem as prefeituras de terem uma receita pequena para um volume de trabalho e obrigações muito grande.”

 

Crédito: Aaron Oliveira

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.