quarta-feira, 23 de Outubro de 2013 10:55h

Domingos Sávio discute tributação do leite no Ministério da Fazenda

O Deputado cobrou a restituição dos impostos pagos ao governo federal pelos produtores do setor de laticínio do país.

Deputados membros da Subcomissão do Leite na Câmara dos Deputados, da qual Domingos Sávio, PSDB/MG, é relator, se reuniram na tarde de ontem, com o secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Diogo Oliveira, para discutir a tributação do leite.

De acordo com Domingos, inúmeras cooperativas acumulam créditos de PIS e COFINS que não são aproveitados e ficam acumuladas como "moeda podre", o chamado crédito presumido.

"Uma cooperativa como a Itambé em Minas Gerais já acumula um crédito de mais de R$ 400 milhões de impostos que foram pagos e não ressarcidos. O governo federal não permite que a indústria o aproveite, por exemplo, na hora da aquisição de um maquinário, deduzindo o IPI ou outros tributos que a empresa paga", explicou, "o que fomos buscar no Ministério da Fazenda é uma solução para esses créditos que estão parados e que foram pagos ao governo indevidamente", finalizou o deputado.

Dados apontam que se somados os cinco maiores credores de PIS e COFINS daqueles que trabalham no setor de laticínios do país, mais de R$ 5 bilhões serão arrecadados.

O secretário, por sua vez, admitiu que este é um assunto complexo e sugeriu que se formasse um conselho com membros dos setores ligados aos produtores de leite e do Ministério da Fazenda para que se chegue a um acordo sobre o assunto.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.