quinta-feira, 10 de Abril de 2014 04:35h Carla Mariela

Domingos Sávio questiona resultados das investigações que afastaram sete ministros

O deputado federal, Domingos Sávio (PSDB/MG), apresentou requerimentos ao ministro chefe da Controladoria-Geral da União (CGU).

O deputado federal, Domingos Sávio (PSDB/MG), apresentou requerimentos ao ministro chefe da Controladoria-Geral da União (CGU) com questionamentos sobre resultados das investigações de denúncias que levaram ao afastamento de sete ministros, no que ficou conhecido como faxina ministerial.
Em entrevista ontem, por telefone, Domingos Sávio explicou que elaborou este requerimento, já o protocolou, e quer saber quais as providências que foram tomadas contra os sete ministros demitidos pela presidente, Dilma Rousseff (PT). Ação ocorreu no início do mandato, quando ela dizia que estava fazendo uma faxina pelo fato de não concordar com o mal feito. “A presidente os demitiu em função de denúncias, como foi o caso, por exemplo, do ministro da Agricultura, Vagner Roger, que foi acusado da venda de um imóvel da União por um valor abaixo do que o valor de mercado, indicando favorecimentos. Outro ministro afastado foi o [Antonio] Palocci demitido porque foi mostrado pela imprensa que o patrimônio dele, em poucos anos de governo do PT, cresceu muito, dentre outros ministros demitidos”, declarou.
Entretanto, Domingos afirmou que já havia questionado sobre as providências que foram tomadas com estes ministros em uma audiência pública na Câmara dos Deputados, e que o controlador geral não o mostrou o que havia sido feito. Segundo ele, é nesse sentido que elaborou o requerimento, com o intuito de ter o conhecimento sobre quais foram as providências que o governo tomou para indiciar os ministros criminalmente e se há algum destes ministros ocupando cargo público hoje. De acordo com Domingos, está havendo a notícia que o PT demite, espera a poeira abaixar, e depois os nomeia em outro lugar.

 

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.