Dr. Francisco Gonçalves articula candidatura

Na direção do PSB, o ex-deputado, ex-vice-prefeito e médico, revela que Beto Cury (PT), Heloísa Cerri (PV), Galileu Machado (PMDB), Rinaldo Valério estão praticamente acordados para integrar o bloco de oposição a Vladimir Azevedo

O bloco, que será oposição a reeleição do prefeito Vladimir Azevedo (PSDB), já começa a articular e aglutinar algumas lideranças nos bastidores da política de Divinópolis. Nomes como Beto Cury (PT), Heloísa Cerri (PV), Galileu Machado (PMDB), Rinaldo Valério (PSL), Edson Sousa (sem partido), Francisco Gonçalves (PSB) estão praticamente certos, e estarão reunidos contra a atual administração em 2012.  A informação é do próprio ex-deputado federal, ex-vice-prefeito e médico, Dr. Francisco Gonçalves, que na última quinta-feira (22), esteve na Câmara Municipal de Divinópolis, em visita ao gabinete do vereador Edson Sousa (sem partido). Acordada sua saída do PDT, Francisco Gonçalves - hoje no comando do diretório do PSB - afirma que está disposto a concorrer pelo partido como candidato a prefeito de Divinópolis.

 

 

O ex-deputado conta que saiu do PDT porque a sigla sob o comando do vice-prefeito, Francisco Martins (Chiquinho), perdeu a “identidade”. No entanto, ele ressaltou a amizade com o presidente da Executiva de Minas Gerais, Mário Heringer. “Saí do PDT, inclusive avalizado pelo Ministro do Trabalho, Carlos Lupi, que é Presidente Nacional do partido porque dentro de Divinópolis a sigla perdeu sua identidade, principalmente porque está sob o comando do vice-prefeito fazendo parte desse governo, que está ai e para mim isso não interessa”, declarou.

 

PSB

 

 

Francisco Gonçalves disse que recebeu o convite do presidente do PSB em Minas Gerais e ex-ministro do Governo Lula, Walfrido dos Mares Guia; do prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda; e de Mário Assad, secretário-geral do PSB em Minas. “Foi um honra receber o convite porque sou amigo de todos eles”, declarou. Francisco afirma que está como presidente da Comissão Provisória do PSB em Divinópolis junto a vários amigos. “Temos 500 comissões em Minas Gerais, e é o terceiro partido mais forte do Brasil”, ressaltou Gonçalves.

 


Eleições 2012

 

 

Gonçalves revelou que está disposto a se lançar candidato a prefeito de Divinópolis pelo PSB. “O meu nome estará à disposição para candidato a prefeito de Divinópolis pelo PSB”, declarou. Segundo ele várias reuniões estão sendo feitas com um “leque de partidos” e está praticamente acordado um bloco composto por de líderes políticos como: o ex-prefeito Galileu Machado (PMDB); o pré-candidato a prefeito, Beto Cury (PT); a vereadora  Heloísa Cerri (PV), e o ex-deputado estadual, Dr. Rinaldo Valério (PSL). “Vamos integrar esse bloco. Está praticamente certo porque nós temos feito várias reuniões. (...) Esse bloco tem uma visibilidade muito grande pela sua ética e honestidade. Para nós isso conta ponto porque na realidade eu estou vendo Divinópolis sob o governo atual e aquele dito é muito importante e verdadeiro: pior que está não pode ficar”, finalizou.

 

Articulação

 

 

Questionado sobre a visita ao gabinete de Edson Sousa (sem partido), Francisco justificou, que no dia anterior (21), houve um encontro na casa de Rinaldo Valério, onde estiveram presentes o vereador Edson, o senhor Geraldo Vasconcelos e uma quinta pessoa, que eles preferiram deixar em segredo afirmando que uma surpresa estava por vir.  Na ocasião, ficou decidido que o nome de Francisco Gonçalves será levado a apreciação dos outros partidos do bloco.

 

Sem partido

 

 

O vereador Edson Sousa - que se encontra agora realmente sem partido desde o último dia 16 - foi questionado pela Gazeta do Oeste se a visita de Dr. Francisco ao seu gabinete era para efetivar sua filiação ao PSB. No entanto, Edson Sousa não confirmou a filiação a sigla, mas teceu vários elogios a Francisco Gonçalves e disse que os dois estariam juntos. “Nós vamos estar juntos com toda certeza. Estamos fazendo um projeto de geopolítica e vamos fazer uma coisa muito bonita. Posso te adiantar o PSB terá uma influência muito grande na sucessão municipal porque quando o Dr. Francisco coloca o nome dele como pré-candidato pode certeza que os corações dos divinopolitanos já estão felizes porque a esperança não foi perdida”, declarou Sousa.
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.