sexta-feira, 20 de Janeiro de 2012 13:45h Flávia Brandão

Duplicação da MG- 050 no trecho“Bento Menni até a JK”será iniciada até abril

Assessor João Luiz irá se reunir com Estado e Nascentes para definir cronograma de obras

Para o próximo dia 09, está prevista reunião entre o Assessor de Governo da Prefeitura de Divinópolis, João Luiz (Pancho),representantes da Secretaria Estadual de Transportes e Obras Públicas (SETOP) e a Concessionária Nascentes das Gerais para discutir as obras previstas para o Trecho II da MG-050, em Divinópolis, que vai da Clínica Bento Menni até a JK.  O assessor destaca que as obras previstas na MG-050, para Divinópolis, estão realmente muito atrasadas, no entanto está confirmado para ser iniciado em março ou no mais tardar em abril esse trecho 2.
João Luiz explica que as obras da MG-050 abrangem três trechos em Divinópolis: o primeiro que é do Rio Pará até o Bento Menni; o segundo da Clínica Beto Menni até a JK; e o terceiro da JK até o Posto Xavante.  No trecho 2 que começa a ser duplicado esse ano, João Luiz disse que está previsto: “a duplicação da ponte do Rio Itapecerica ao lado do Clube dos Servidores e toda a duplicação da via até inclusive a trincheira da JK”.
Já o Trecho I é do Rio Pará até o Bento Mennié o que engloba a variante, segundo o assessor é mais difícil porque envolve as desapropriações, as quais serão assumidas pelo Estado, como informado pela representante da Secretaria de Transportes e Operações Públicas, Maria Teresa Lisboa, no valor de R$ 27 milhões.
O assessor disse que no dia 9 será estabelecido todo o cronograma de obras com a Nascentes das Gerais e Governo de Minas para o trecho 2.  “Começa agora no mais tardar em abril”, disse. 
Insatisfação
. O vice-prefeito Francisco Martins acredita que um novo quadro será estabelecido após a reunião realizada ontem (19), no Centro Industrial, na sede da ACID.  “Nós cidadãos divinopolitanos estamos insatisfeitos com esse contrato porque há uma previsão de investimento alto, mas só previsão porque até hoje, desde que começou essa parceria pública privada o povo de Divinópolis não viu ainda um resultado positivo. Acho que a partir dessa reunião começa a mudar um pouco esse quadro, mas é importante saber que a população está insatisfeita até hoje com essa parceria”, declarou.  Martins disse que espera que em 2012 as obras sejam iniciadas de fato e que os empresários do Centro Industrial e o restante da cidade possam usufruir dessa parceria entre Governo e Nascentes das Gerais.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.