terça-feira, 17 de Janeiro de 2012 09:20h Atualizado em 17 de Janeiro de 2012 às 09:28h. Flávia Brandão

Edil protocola defesa e quer reaver comando do PRTB

Milton Donizete esteve, ontem (16), em carro oficial da Prefeitura de Divinópolis para protocolar a sua segunda defesa na sede do PRTB estadual, em Belo Horizonte. Milton mostra confiança no processo de cassação

A segunda defesa de Milton Donizete (PRTB)referente ao processo de cassação por infidelidade partidária foi protocolada, ontem (16), na sede do PRTB Estadual, em Belo Horizonte. Informações extra-oficiais repassadas a Gazeta do Oeste afirmaram que um carro da Prefeitura de Divinópolis compareceu ao local e o motorista do mesmo éque foi o responsável pelo protocolo, ao invés do vereador. Milton Donizete confirmou que “pegou uma carona”em carro do Executivo, alfinetou o presidente do PRTB, Jorge Periquito, e se mostrou seguro em relação ao processo de expulsão adiantando, que a Executiva Nacional do partido está do seu lado.
Sobre o que foi apontado em sua defesa, Milton Donizete disse que a mesma é “muito ampla”, mas destacou que um dos argumentos utilizados foi o seu “pleno direito ao voto”, o qual ele classificou como “líquido e certo”.  “Quando vamos pedir voto não falamos sou de tal partido, mas sim: - Souo Milton Donizete, sou fulano de tal. Ou seja, você vota na pessoa e não no partido.E a lei nos dá todo direito, como representante do povo, de votar, porque senão não adiantaria ser vereador, nem deputado, nem nada”, argumentou.
Primeira defesa
Sobre o fato da primeira defesa ter sidodesconsiderada pela Comissão de Ética já que não foi pertinente ao pedido de cassação por desobediência a determinação do PRTB, Milton Donizete alegou que fez o que tinha que fazer dentro das normas e adiantou que tudo que foi alegado na primeira defesa está sendo reiterado na segunda. “Estou reiterando a primeira com mais algumas observações”, disse.
Presidência PRTB
A respeito da possibilidade de recorrer ao Judiciário sobre a questão, caso seja cassado em resultado da Comissão de Ética, Milton Donizete afirma que “sim” e adianta que quer retornar a presidência do PRTB Divinópolis.  “Inclusive quero a presidência do PRTB Municipal, ela é minha por direito e vou batalhar por ela. Não quero que ninguém tome posse dela até a data que o presidente da nacional me colocou”, destacou Milton, que foi destituído no ultimo dia 19 de dezembro, a pedido do PRTB Estadual.
Protocolo
A reportagem sondou se realmente o vereador não foi o responsável pelo protocolo, mas sim um funcionário da Prefeitura de Divinópolis, que estava em uma Astra, cor Prata, na tarde de ontem, na sede do partido. Em resposta, o edil disparou contra o presidente Jorge Periquito: “Ele está tão desorientado, que tem 20 minutos, que eu protocoleie vocês já estão sabendo, é a falta talvez até de caráter. O que justifica se eu vim a pé, de ônibus,de avião, de carona ou com meu carro? Não justifica essas observações, que ele está fazendo, tanto é que eu vi ele lá fora  e nem tive o prazer de conversar com ele”.
Carona
Após acusar o presidente, Miltonconfirmou que pegou carona em carro da Prefeitura e não quis protocolar a defesa para evitar encontro com Periquito. “Eu vim de carona e não quis ir lá, não queria conversar com ele, não justifica (...). Pedi alguém para protocolar porque não quero nem chegar perto desse cidadão, ele não fez nada por merecer a minha confiança de tempos para cá, então não quero nem chegar perto”, disparou o edil.
Mesa Diretora
Sobre o processo de eleição da Mesa Diretora, a reportagem questionou porque o vereador não quis seguir a orientação da sigla. Em resposta Milton alegou que até então estava como presidente do PRTB Divinópolis e um presidente “por força de lei”, Jorge Periquito, chegou“lhe dando ordens” e achando que ele teria que acatar, sendo que nenhuma reunião foi feita com o grupo.“Ele (Periquito)foi um dos que na época quando eu assumi como presidente do PRTB, que falou para eu procurar ficar junto ao Executivo e de repente nos últimos 15 dias ele muda esse posicionamento e quer que eu mude também sem dar satisfação nenhuma à população, que me elegeu”, argumentou.
Nacional
Milton Donizete se mostrou seguro sobre o processo de cassação e justificou sua atitude alegando que seguiu “princípios” e orientação da própria Nacional do PRTB.  “O que vier a gente está ai para trabalhar para mostrar, mas seguindo a Nacional acredito que não irá dar nada não.Eu conversei com o próprio presidente da Nacional o coloquei a par eele disse que eu não estava errado não”, finalizou 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.