sexta-feira, 5 de Outubro de 2012 11:39h Gazeta do Oeste

Eleitores que vivem isolados no Acre terão suporte de helicópteros e militares da FAB

 As eleições no Acre, um dos estados mais isolados e menos povoados do país, contarão com dois helicópteros e 11 militares da Força Aérea Brasileira (FAB) para ajudar neste período. Os helicópteros com o apoio dos militares serão usados no transporte das urnas, dos mesários e dos policiais em 40 locais considerados de difícil acesso no estado. No total, foram investidos mais de R$ 3 milhões nas eleições.

Os helicópteros irão às aldeias indígenas, aos seringais e às comunidades ribeirinhas onde o Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC) instalou seções eleitorais. O presidente do TRE-AC, desembargador Pedro Ranzi, reiterou que o valor gasto é o necessário para garantir o “exercício da democracia”.

Em 2002, houve uma operação semelhante usando helicópteros nas eleições. Como ocorrerá a partir do próximo fim de semana, a logística é planejada com antecedência para que todos os locais sejam atendidos a tempo. As bases das aeronaves estão em Rio Branco e Cruzeiro do Sul, as maiores cidades do Acre.

O TRE-AC informou que no final das eleições, no domingo, os helicópteros retornarão aos 40 locais para buscar os mesários, policiais e urnas. A previsão é que até o próximo dia 11 as atividades estejam concluídas.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.