Fabiano Tolentino é novamente relacionado como candidato a prefeito de Divinópolis

Deputado de primeiro mandato está na lista dos prefeitáveis de Nova Serrana

As especulações em torno das candidaturas a prefeito de Divinópolis continuam e pelas informações levantadas ontem pela reportagem do Gazeta do Oeste, poucos nomes estão confirmados como pré-candidatos, porém não se pode descartar nenhum possível concorrente diante do pesado jogo de bastidores. Até agora duas pré-candidaturas estão confirmadíssimas em Divinópolis, sendo o vice-prefeito Rodrigo Resende, já em campanha como concorrente pelo PDT, e o ex-prefeito Galileu Machado (PMDB), cuja candidatura é mais do que certa, já que tem o apoio integral do diretório municipal do partido.
Apesar de faltar um ano para a disputa que vai indicar os novos prefeitos de todo o país a partir de 2017, os partidos estão em intensa movimentação e, em muitos casos, a decisão pode fugir da vontade do próprio candidato para atender a uma decisão partidária. Essa é a situação do deputado estadual Fabiano Tolentino (PPS), que continua sendo pressionado pelo partido a disputar a prefeitura de Divinópolis.
Nesse fim de semana, o jornal O Estado de Minas voltou a relacionar Fabiano Tolentino entre os deputados estaduais que deverão disputar a sucessão municipal em seus municípios. Sem citar uma fonte específica, a reportagem garantiu que Tolentino é candidato a prefeito de Divinópolis. Ontem o deputado disse que ainda não há nada definido e isso ficará para o ano que vem, porém reafirmou que seu desejo é disputar uma cadeira na Câmara Federal. “A situação é a mesma. O partido realmente continua insistindo para que seu seja candidato a prefeito, porém o meu propósito é disputar uma cadeira para deputado federal no ano que vem. Estou analisando a exigência partidária, mas já estou em campanha para deputado federal”, garantiu.

 

NOVA SERRANA
Na mesma publicação, o jornal da capital informou que o deputado Fábio Avelar (PT do B) deverá disputar a sucessão municipal em Nova Serrana. Deputado de primeiro mandato, Avelar, de 43 anos, foi eleito pelo quociente eleitoral, obtendo 40.909 vfotos. É empresário do setor calçadista e vem fazendo um intenso trabalho de divulgação do seu mandato na Assembleia Legislativa, mostrando que já está em campanha para futuras disputas. Ontem Avelar não retornou ao pedido de entrevista feito pela Gazeta do Oeste nenhum assessor comentou a informação de sua eventual candidatura a prefeito de Nova Serrana.
Se Fabiano Tolentino ainda não decidiu se será candidato à sucessão de Vladimir, contrariando a informação do jornal da capital, outros prováveis concorrentes estão em situação semelhante. É o caso do deputado federal Jaime Martins (PSD), cuja candidatura vem sendo defendida por um grupo de correligionários. Ele garante que esse assunto ainda é para o ano que vem. Entretanto, Martins não confirma e nem desmente a candidatura e diz que no momento está preocupado em cumprir bem o seu mandato na Câmara Federal.
O ex-prefeito Demetrius Pereira, que é citado com frequência como possível candidato pelo PT, depois de ter colocado seu nome à disposição do partido, mudou o discurso e agora diz que isso depende de conversas com vários segmentos, inclusive a família. A novidade pode ser a ex-vereadora Heloisa Cerri, que ainda conversa com o PMDB sobre uma possível candidatura a vice de Galileu. Entretanto, após assumir a presidência do PRB em Divinópolis, a ex-vereadora poderá reaparecer como candidata. “Vamos deixar essa decisão para mais tarde”, desconversa.

 

Créditos: Ascom/ALMG

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.