quarta-feira, 25 de Setembro de 2013 05:17h Atualizado em 25 de Setembro de 2013 às 05:24h. Carla Mariela

Fabiano Tolentino estuda possibilidades de ir para o PMN ou PDT

Conforme, Tolentino, ele ainda está analisando as propostas dos dois partidos. Mas, segundo especulações, o deputado já fez a escolha e irá para o PMN que dá a possibilidade do deputado ser eleito com 40 mil votos.

O deputado estadual, Fabiano Tolentino (PSD), afirmou que recebeu o convite de dois partidos para fazer parte de um deles, na disputa das eleições de 2014. Os partidos que o convidou foram: Partido de Mobilização Nacional (PMN) e Partido Democrático Trabalhista (PDT).

 


De acordo com Tolentino, ainda nesta semana ele vai conversar com os representantes dos dois partidos para ficar por dentro de como estão o andamento das chapas, para que em seguida possa fazer uma análise e decidir sobre a possibilidade de mudança. Segundo ele, até o final deste mês, ele dará um parecer mais concreto, uma vez que o prazo máximo para as filiações é no dia 05 de outubro de 2013.
Questionado no que esta mudança poderá interferir na questão de legendas do partido, Fabiano Tolentino, ressaltou que no que se refere à legenda, não mudará nada.

 


O deputado explicou ainda que o Partido Social Democrático (PSD), no qual até então ele faz parte; tem uma ligação com Aécio Neves. Tolentino disse que o PSD é composto por um grupo forte, mas o fator determinante da sua mudança para outro partido, caso haja esta modificação, é o fato do acompanhamento ao Aécio. “O Aécio que pediu para eu ir para o PSD. Porém, o PDT e o PMN também faz o acompanhamento do Aécio, então são dois partidos que estão me convidando, estou analisando as propostas”, informou.

 


O parlamentar ainda acrescentou que o que está pesando é a questão de no PSD, ele ter que conseguir aproximadamente 60 mil votos. Se Tolentino mudar para o PMN ele talvez possa ser eleito com 40 mil votos. Já no PDT, ele precisaria de 50 mil votos. Estes votos, ele destacou, que está dentro do previsto para que ele possa tê-los. “Nenhum dos dois partidos, tanto PMN, quanto PDT está fora do que eu possa trabalhar para aquisição destes votos”, enfatizou.
Embora Fabiano Tolentino não tenha se posicionado de forma concreta, durante a entrevista, existem especulações de que o deputado já fez a sua escolha. Segundo fontes ligadas ao parlamentar, Tolentino está indo para o partido PMN, partido que dará a possibilidade para ele se eleger com 40 mil votos.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.