Fábio Alves, prefeito de Igaratinga é eleito para presidência da AMVI

A eleição ocorreu sobre um consenso dos prefeitos da região mineira que estavam presentes durante a seleção

A eleição para a presidência da Associação dos Municípios do Vale do Itapecerica (AMVI) foi realizada ontem, no período da tarde, com a presença do presidente anterior da Associação, Adalberto Fonseca, do prefeito de Divinópolis, Vladimir Azevedo (PSDB), dentre outros prefeitos da região Centro-Oeste. Na ocasião, como não havia nenhum concorrente, alguns prefeitos foram convidados a assumir a presidência da entidade. Vladimir Azevedo chegou a receber o convite, mas o recusou. Nesse sentido, de forma consensual entre os prefeitos presentes, o escolhido e vitorioso foi o prefeito de Igaratinga, Fábio Alves Costa Fonseca.
O novo presidente da Asssociação, Fábio Alves, ficou emocionado de ter sido o vitorioso, porque para ele, a eleição foi sem disputa e houve um apoio consensual de todos os prefeitos que estavam na Associação. “Eu espero poder retribuir ao máximo essa confiança que foi depositada em mim hoje, não só em mim, mas em toda a diretoria. Vamos retribuir com muito trabalho, com muito empenho e dedicação”, afirmou.
Sobre os projetos daqui para frente na AMVI, Fábio Alves, disse que além de administrar o Município de Igaratinga, como candidato único e reeleito com 70% dos votos na última eleição em 2012, ele vai fortalecer também a Associação dos Municípios do Vale do Itapecerica, juntamente com todos os prefeitos, para que haja uma credibilidade maior perante a sociedade e, sobretudo representando sempre a AMVI, que atualmente tem associados aproximadamente 30 Municípios.
O ex-presidente, Adalberto Fonseca, deixou um recado para o novo ocupante do cargo, afirmando que os prefeitos precisam muito da participação de cada um na Associação, valorizando-a principalmente. Para Adalberto Fonseca, os prefeitos precisam se unir mais. “A AMVI hoje tem um nome forte, tem credibilidade e isso para o Governo do Estado e para o Governo Federal, é também motivo de fortalecimento. O que eu gostaria de passar para o novo presidente é que ele possa buscar a confiança dos demais prefeitos e juntos irem trocando ideias e trazer frutos que possam agregar para todo o Centro-Oeste”, relatou.
O nome do prefeito de Divinópolis, Vladimir Azevedo, chegou a ser aclamado, mas ele não aceitou, justificou o porquê não aceitaria ser presidente da AMVI. Primeiro, ele afirmou que estava feliz de ver a presença de vários prefeitos da região mostrando que a Associação realmente é unida para se tratar de pautas importantes como o Hospital Público Regional, a duplicação da MG 050, dentre outras. “Apesar dos colegas prefeitos me chamarem para assumir a presidência da AMVI, eu não aceitei, porque já assumi recentemente a presidência do CISVI, Consórcio de Saúde Regional, sou presidente da Frente Mineira dos Prefeitos, e dessa maneira entendemos e aclamamos o prefeito Fábio Alves de Igaratinga, que é um jovem prefeito, porém, já experiente, foi reeleito e que agora assume a AMVI. Nós estamos juntos com ele nesse trabalho”, destacou.
O prefeito Vladimir Azevedo aproveitou o ensejo para abordar sobre a visita que houve na última quarta-feira com o Secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, para tratar da duplicação da MG 050, que inclusive, também será assunto para ser pautado junto com a AMVI. Vladimir Azevedo disse que esteve com Carlos Melles retomando a pauta da duplicação que segundo o prefeito é prioridade deste seu novo mandato. O prefeito afirmou que Melles sinalizou claramente que há realmente a intenção para que as cobranças sejam revertidas com a duplicação do trecho até Juatuba. Os estudos estão sendo finalizados e em breve o Governador deve chama-los para um anúncio já detalhado dessas obras que possivelmente serão licitadas ainda neste ano.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.