terça-feira, 19 de Novembro de 2013 05:00h Atualizado em 19 de Novembro de 2013 às 07:57h. Carla Mariela

Farmácia Municipal

Edimilson Andrade indica ampliação da jornada de trabalho com horas extras ou contratação de técnicos em farmácia e enfermagem

O vereador da câmara municipal de Divinópolis, Edimilson Andrade (PT), após um encontro ontem pela manhã com o secretário de saúde, Dárcio Abud solicitou mais atenção no atendimento para as farmácias públicas da cidade, no entanto, enviou para o Poder Executivo uma indicação de número 1278/2013.

 


O objetivo principal do envio desta indicação para a prefeitura é a verificação por parte da administração municipal sobre a possibilidade de ampliação da jornada de trabalho com horas extras ou contratação temporária de Técnicos em farmácia e enfermagem para atendimento nas farmácias do município.
Conforme a parlamentar, Edimilson Andrade, ele tem recebido em seu gabinete, usuários das farmácias, reclamando das filas enormes e da demora no atendimento para a distribuição dos medicamentos. Ele explicou que desde quando a farmácia do Serviço de Referência em Saúde Mental (Sersam) foi fechada, ele sabia que a tendência da população seria a de passar para outras farmácias e assim a demanda aumentaria, principalmente, a farmácia do posto do bairro Niterói, que é mais próxima do Sersam.

 


O vereador declarou que após o fechamento desta farmácia, o atendimento se tornou desumano, uma vez que os pacientes do Sersam ficam inquietos, eles junto com os idosos, segundo Edimilson Andrade, não tem preferência. “Existe um beco nesta farmácia do posto do Niterói, o qual as pessoas são atendidas. Porém, as pessoas durante o processo, ficam em pé, na rua, nas longas filas com sol e chuva, são idosos e senhoras com criança no colo e que chegam até antes do início do expediente para pegar os remédios. Quando se falava na lavanderia, havia uma promessa do secretário de Saúde de fazer uma obra no local para os cidadãos. Ontem durante encontro, pela manhã com o secretário Dárcio Abud, ele me prometeu que vai iniciar o processo licitatório desta lavanderia, que seria uma reforma da farmácia do local”, abordou.

 


Baseada nas informações do parlamentar, a intenção é colocar bancos para as pessoas sentarem e se sentirem mais confortáveis na espera da entrega dos remédios. Outro fator que será modificado é a questão da colocação de televisão com programas educativos, terá bebedouro e aumento dos funcionários. Andrade disse que está feliz com o processo licitatório, respeitando a normativa de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC),que explica que não se pode trabalhar pessoas na farmácia distribuindo medicamentos que não seja formado, tem que ser pelo menos técnico em farmácia ou técnico em enfermagem. O vereador assegurou que o secretário prometeu junto com a coordenadora das farmácias públicas, Taís, a extensão de carga horária para aqueles funcionários da rede que queiram trabalhar nas farmácias públicas e estagiários também para diminuir estas filas e principalmente voltar o horário normal também na farmácia do posto do bairro São José.

 


As farmácias públicas que estão tendo mais problemas são: a do bairro Niterói e a do bairro São José afirma Andrade. A promessa do secretário é para resolver o problema do que está acontecendo nestas duas farmácias e agora com esta extensão de carga horária, outras pessoas que estão na rede podem trabalhar à tarde lá no posto de saúde do Niterói. “Procurei saber lá no posto de saúde do Niterói se tinha alguém interessada, mas geralmente a pessoa já está em dupla função e agora estamos aguardando para que estes problemas possam acabar. As providências sugeridas pelo secretário, Dárcio Abud, e Taís, serão tomadas em breve. Acredito que hoje algo já esteja sendo feito depois da nossa conversa”, garantiu.

 


Para o vereador, este é um avanço porque está fiscalizando, sendo vigilante, fotografando, reunindo com os representantes dos determinados temas que está sendo tratado por ele. “Quando nós não temos a solução do problema, fazemos parte do problema, por isso que estou resolvendo estas questões com a comunidade, secretários e o Poder Executivo. Estou correndo atrás das soluções”, encerrou.
Por fim, conforme justificativa da indicação, a contratação temporária de profissionais habilitados ou pagamento de horas extras aos atuais funcionários para a entrega de medicamentos, até que haja um concurso público amenizaria para o vereador o atual quadro caótico nas farmácias dos centros de saúde trazendo mais conforto para os usuários.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.