sexta-feira, 10 de Julho de 2015 13:20h

Fernando Pimentel recebe bancada federal do PT e faz balanço dos primeiros meses de gestão

Parlamentares estão em agenda nos estados governados pelo partido para fazer diagnóstico das ações realizadas

O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, recebeu, nesta sexta-feira (10/7), no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, deputados federais e estaduais do PT para mostrar as ações realizadas no primeiro semestre de administração do Estado. “Nada mais natural do que a bancada do PT vir a Minas. É primeira vez que o partido governa o Estado. Estamos fazendo um balanço de seis meses mas, se vocês me perguntarem um destaque, destaco a mudança no jeito de governar”, disse o governador.
A visita faz parte de uma série de encontros programados pelo partido nos cinco Estados que são governados pelo PT. Participaram os deputados federais Arlindo Chinaglia (SP), Afonso Florence (BA), Sibá Machado (AC), Gabriel Guimarães (MG), Margarida Salomão (MG), Leonardo Monteiro (MG), Adelmo Leão (MG), Padre João (MG), Paulo Teixeira (SP), Ságuas Moraes (MT), Fernando Marroni (RJ), Zé Geraldo (PA) e José Mentor (SP). Os deputados estaduais Durval Ângelo, líder do Governo, e Paulo Lamac representaram a bancada na Assembleia Legislativa.
Estiveram também no encontro os secretários Odair Cunha (Governo), Marco Antônio Teixeira (Casa Civil e Relações Institucionais), Miguel Corrêa (Ciência, Tecnologia e Ensino Superior), de Direitos Humanos e Cidadania (Nilmário Miranda) e a secretária geral adjunta da Governadoria, Alcione Comonian.
O governador destacou realizações que privilegiam o diálogo e a participação da sociedade civil, como a instalação dos Fóruns Regionais de Governo e do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania para Demandas Territoriais Urbanas e Rurais e de Grande Repercussão Social (Cejus Social), em parceria com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), para mediar conflitos de ocupações urbanas e rurais. “O diálogo permanente com a sociedade já levou a acordos importantes. Atendemos, fizemos projeto de lei, a Assembleia já aprovou e, até 2017, pagaremos o Piso Nacional dos professores. Completaremos a diferença (salarial) sem mudar a jornada. Instauramos mesa de diálogo com o TJMG. É uma mudança radical, é visível que mudou”, afirmou Pimentel.
De acordo com o deputado federal Sibá Machado (AC), líder do PT na Câmara dos Deputados, a bancada federal petista está “disposta a ajudar no que for preciso”. O deputado federal Arlindo Chinaglia (SP) classificou o encontro como uma demonstração de “amizade e reconhecimento”.
Para o deputado federal Afonso Florence (BA), o acordo do governo de Minas Gerais com os professores para pagamento do Piso Nacional da Educação aos docentes da rede estadual de ensino é emblemático para o país. “Saúdo o governador pela iniciativa com os professores e pela mediação de conflitos nos casos de ocupações urbanas. Na Bahia, nós só conseguimos a reintegração de posse quando o movimento social que reivindicava participou das conversas. Sem dúvida, esse início de governo Pimentel serve de exemplo”, completou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.