quarta-feira, 7 de Agosto de 2013 06:37h Carla Mariela

Fotos de pessoas desaparecidas serão divulgadas ao final das reuniões da Câmara

O projeto de lei CM 63/2013, de autoria do vereador José Wilson Piriquito (PSD), entrou na pauta de ordem do dia, ontem na Câmara municipal de Divinópolis. A proposta tem como objetivo incluir foto e nome de pessoas desaparecidas no Cadastro Nacional de P

O projeto de lei CM 63/2013, de autoria do vereador José Wilson Piriquito (PSD), entrou na pauta de ordem do dia, ontem na Câmara municipal de Divinópolis. A proposta tem como objetivo incluir foto e nome de pessoas desaparecidas no Cadastro Nacional de Pessoas Desaparecidas (CNPD) no site http://www.cnpd.org.br e no site do governo de Minas Gerais: www.desaparecidos.mg.gov.br.
De acordo com o parlamentar a intenção também é fazer com que as fotos destas pessoas sejam transmitidas no final das reuniões ordinárias e extraordinárias por meio da TV Câmara, na Net câmara e Website da Casa Legislativa.
Ao todo serão quatro fotos mostradas em um tempo de cinco segundos para cada imagem, dando prioridade para as crianças. Conforme a lei os familiares que tiver algum parente desaparecido, e que querem que divulguem a sua imagem, deverão comparecer no Centro de Atendimento ao Cidadão da Câmara (CAC) e preencher um cadastro autorizando a Casa Legislativa a divulgar a foto. Os familiares também terão que se comprometer a informar a Câmara caso a pessoa tenha sido encontrada.
O cadastro deve conter nome completo, nome da mãe, do pai, data de nascimento, idade, local onde foi visto pela última vez, endereço para contato, telefone e uma foto. Os documentos obrigatórios para o cadastro são: certidão de nascimento, cópia do boletim de ocorrência ou sentença judicial dando a pessoa como desaparecida, carteira de identidade, CPF e foto.
A Câmara poderá ainda criar campanhas publicitárias em todos os tipos de mídias: televisiva, falada e escrita. De acordo com José Wilson Piriquito no estado de Minas Gerais, em um ano, 804 pessoas desaparecidas foram encontradas, sendo 487 adultos e idosos e 317 crianças. Segundo o vereador a dor dos parentes das pessoas desaparecidas nunca se acaba e o legislativo tem o papel de ajudar essas pessoas, é o mínimo que se possa fazer de acordo com o vereador.
O projeto foi aprovado com 15 votos e segundo o vereador a satisfação é muito grande e mais uma vez ele está trabalhando para Divinópolis e região. “Estou muito feliz porque o projeto foi aprovado por 15 votos, o presidente não vota conforme regimento e houve a ausência de um dos vereadores, por isso que foi unanimidade de 15 votos. Que esse projeto só venha a trazer alegrias para os parentes que tem seus entes desaparecidos e esta é uma oportunidade de reencontrá-los”, encerrou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.