quarta-feira, 31 de Agosto de 2011 09:34h Atualizado em 1 de Setembro de 2011 às 09:44h. Flávia Brandão

Galileu Machado afirma que pretende se candidatar a prefeito em 2012

Ex-prefeito diz que colocará nome para “apreciação” do PMDB e comenta aprovação do TCE-MG sobre as contas de 2002.

A Câmara Municipal de Divinópolis recebeu, na última semana, o relatório de aprovação das contas referente ao ano de 2002 da administração do ex-prefeito, Galileu Machado enviadas pelo Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais. Em entrevista a Gazeta do Oeste, Galileu afirmou que a conferência das contas é uma “norma” do Tribunal de Contas e destacou que até hoje em suas administrações - que somam três mandatos - “graças a Deus” todas as contas foram aprovadas. O ex-prefeito adiantou que pretende colocar seu nome para
ser “apreciado” pelo PMDB para candidatura a prefeito em 2012.

O líder do PMDB na Câmara Municipal, vereador Adair Otaviano, ressaltou que a aprovação do Tribunal de Contas do Estado foi feita “sem ressalvas”, referente ao ano de 2002, o que comprova o compromisso do partido com a cidade e os divinopolitanos.  “Na maioria das vezes, a gente vê contas aprovadas com ressalvas e podemos ver que as contas do ex-prefeito Galileu Machado foram aprovadas sem ressalvas. Isso mostra o compromisso que o PMDB tem pelos divinopolitanos trabalhando sempre com respeito e lisura com a nossa cidade e os nossos cidadãos”, disse.

 

Adair explicou que o relatório, que chegou ao Legislativo Municipal é referente ao ano de 2002, faltando ainda a análise das contas dos anos de 2003 e 2004. “Como líder do PMDB não poderia deixar de divulgar para os cidadãos divinopolitanos, que as contas do ex-prefeito Galileu Machado do exercício de 2002 foram aprovadas sem ressalvas. Todos os anos do mandato, ou seja, 2001, 2002, 2003 e 2004, são apreciados separadamente”, esclareceu o parlamentar.

 

 

Eleições

 

Questionado se iria retornar ao cenário político concorrendo a uma vaga no Legislativo ou Executivo Municipal nas eleições de 2012, Galileu Machado afirmou que pretende sim concorrer a candidatura para prefeito. “Sou filiado ao PMDB e colocarei meu nome novamente para ser apreciado para o Executivo, para prefeito”, declarou.

 

 

Perda de Espaço

 

No cenário de preparação para as eleições de 2012, a informação é que o PMDB teme a perda de espaço nas prefeituras pelo PT. A notícia veiculada pelo Jornal Estadão destaca que atualmente o PMDB, que ocupa a vice-presidência do Governo Federal, com Michel Temer, perdeu espaço no comando dos ministérios ocupando 5 contra 17 do PT, deixando o a liderança de pastas como Saúde e Comunicações. A luta agora é para o PMDB não ser “subjugado por petistas no Congresso e nas urnas de 2012”.

 

 

Sobre essa perda de espaço nos Ministérios, o líder do PMDB na Câmara Federal, Henrique Eduardo (RN) afirma que o relacionamento com a presidente Dilma tem melhorado e "não adianta chorar o leite derramado. O partido virou esta página", disse.

 

Já o deputado Eduardo Costa (RJ) afirmou o que preocupa os peemedebistas não é a interlocução com o Planalto, mas a sim a disputa eleitoral de 2012. "Vamos ser aniquilados nas prefeituras", pontuou.

 

 

O também deputado baiano, Lúcio Vieira, disse que a preocupação existe e foi levada inclusive até o vice-presidente, Michel Temer. "Esta preocupação existe na bancada e já foi inclusive levada ao líder e ao vice-presidente Michel Temer", declarou. No entanto, Vieira manifestou que ao invés de fazer previsões sobre essa perda de espaço, ele opta por "confiar na sensibilidade" da presidente Dilma, que tem prestigiado o PMDB e insistido na importância da legenda para a governabilidade.
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.