quarta-feira, 7 de Outubro de 2015 10:36h Atualizado em 7 de Outubro de 2015 às 10:37h. Jotha Lee

Geraldo da Costa diz que Demetrius vai disputar a sucessão municipal

Três nomes já foram oficializados pré-candidatos às eleições do ano que vem

Há um ano das eleições que vão renovar as câmaras municipais e as prefeituras de todo o país, o clima eleitoral já toma conta de Divinópolis, embora até agora somente três nomes estejam oficializados como pré-candidatos à sucessão do prefeito Vladimir Azevedo (PSDB). Pelo PMDB já é dada como certa a candidatura do ex-prefeito Galileu Machado. Pré-candidato pela legenda, Galileu não terá resistência na convenção, já que deverá concorrer como candidato único à indicação partidária, além de ter todo o apoio do Diretório Municipal, do qual é presidente. “Estou na estrada já faz tempo e com o apoio do partido vou disputar a eleição com muita garra e com um bom programa”, afirma o ex-prefeito.
Outro nome praticamente dado como certo é do vice-prefeito Rodrigo Resende (PDT), pré-candidato já anunciado e também em campanha, embora com mais discrição. Resende deverá ser o candidato apoiado pelo PSDB, que ainda não conseguiu encontrar um nome da própria legenda para disputar o pleito. O vice-prefeito vem ganhando grande destaque na mídia nos últimos dias e é presença certa nos últimos meses em todos os eventos públicos realizados pela prefeitura.
O vereador Marquinhos Clementino, recentemente lançado como candidato do PROS, já faz seus pronunciamentos no plenário da Câmara como candidato. Ao jornal Gazeta do Oeste, ele afirmou que aceita o desafio e se sente preparado para administrar a cidade. Clementino tem larga experiência como administrador regional e aposta nisso como um trunfo para a campanha.

 

DEMETRIUS
Outros nomes continuam sendo ventilados, entre eles o do deputado federal Jaime Martins (PSD). Ele continua afirmando que no momento essa não é sua preocupação. “Nesse momento, meu pensamento está voltado em ajudar o país a sair da crise”, garante. Já o deputado Fabiano Tolentino (PPS), cujo nome também chegou a ser cogitado, já acenou apoio à candidatura de Marquinhos Clementino.
A decisão aguardada e que deverá ainda demorar é a do ex-prefeito Demetrius Pereira (PT). Seu pai, o ex-deputado Geraldo da Costa Pereira, garante que ele vai disputar a sucessão. Em entrevista ao Gazeta do Oeste, o ex-deputado disse que é grande a possibilidade de o ex-prefeito disputar a prefeitura em 2016. Sobre a demora de uma decisão, Geraldo da Costa diz que o tempo de Demetrius é diferente. “Demetrius não decide nada com antecedência. Ele é muito comedido em suas decisões e o calendário dele é diferente do meu, do seu, é diferente de todos. Ele tem o tempo dele”, sentenciou.
Segundo Geraldo da Costa, Demetrius está mantendo longas conversas com o ex-presidente Lula, que definirão o seu futuro. “Ele está tendo conversas com o presidente Lula e com o governador Fernando Pimentel para chegar a uma decisão. Na hora certa, ela não vai fugir à luta. Ele está conversando constantemente com o governador, também com o Lula, em São Paulo. Na hora certa ele vai decidir e vai dar tudo certinho”, finalizou.

 

Créditos: Jotha Lee

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.