segunda-feira, 5 de Outubro de 2015 11:12h

Governador convoca juventude a participar da elaboração de políticas públicas sociais

Governador participa, em Caeté, da 4ª Conferência Estadual da Juventude, que irá levantar propostas para o encontro nacional em dezembro, em Brasília

O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, convocou nesta sexta-feira (2/10) em Caeté, Região Metropolitana, durante a abertura da 4ª Conferência Estadual da Juventude, os jovens a participarem do governo e lutarem por seus direitos na construção de um Estado mais justo e solidário. O evento, que contou com a participação do secretário nacional da Juventude, Gabriel Medina, teve como tema “Construindo a Minas das Juventudes Gerais”.
“A juventude participa, tem voz, tem vez, tem espaço, tem inteligência, tem presença, e assim nós vamos fazer o Estado avançar na direção que nós queremos. O compromisso de estarmos juntos é que nos trouxe aqui”, declarou o governador.
Pimentel ressaltou a mudança de atitude da nova gestão, mais progressista, que irá mudar a história de Minas Gerais. “Demoramos muito para chegar até aqui. Então, não podemos errar. Temos de acertar”, disse.
Essa mudança de atitude, ainda segundo o governador, ganha ainda mais força com a participação popular. “O governador tem de ter humildade de ouvir, conversar, participar. E vocês têm de ter a presença e a força para nos ajudar quando for necessário. Têm de estar juntos conosco para defender as bandeiras de vocês e as nossas, que são coletivas”.
Para Pimentel, a conferência é um espaço de direito dos jovens. “Vocês estão no governo junto comigo e nós vamos governar Minas Gerais até o último dia desse mandato com a bandeira da juventude na mão”, finalizou.

Propostas
O secretário nacional da Juventude, Gabriel Medina, enalteceu a diversidade na participação da conferência e reconheceu a mudança de atitude da nova gestão estadual. “É um Estado que tem mostrado capacidade de fazer novas políticas, ao lado do povo, principalmente a partir da educação.”
Medina também defendeu a participação dos jovens na construção de políticas públicas e criticou qualquer tipo de discriminação. “Temos de ser mais horizontais. As juventudes querem fazer parte do processo de construção do país”, disse.
O secretário de Estado de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania, Nilmário Miranda, destacou a importância do encontro. “É o começo da construção de uma política pública para as juventudes de Minas Gerais. Desta vez, as propostas aqui debatidas terão resultados”, declarou.
A coordenadora Estadual da Juventude Rural da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Minas Gerais – FETAEMG, Marilene Faustino, também defendeu a luta pela igualdade de direitos. “A união faz a força. Enquanto jovens, nós precisamos estar unidos. É uma juventude que não tem cor, que não tem raça, que não tem religião, que não tem partido político, mas que tem luta, que quer viver, que quer ser gente e fazer uma sociedade do jeito que a gente acredita”, afirmou.

O evento
Entre os principais objetivos da conferência, que acontece até o próximo domingo (4/10), está a criação de uma agenda das juventudes, potencializando as diversas formas de participação juvenil, o combate a todas formas de preconceito e a efetivação das políticas públicas para os jovens.
O evento reúne jovens de 325 municípios de todos os 17 territórios de desenvolvimento mineiros. Ao todo, foram realizadas 64 conferências municipais, 26 regionais e três territoriais, sendo eleitos 780 delegados.
Ainda durante o encontro serão consolidadas as principais demandas para serem levadas à 3ª Conferência Nacional de Juventude, que será realizada em dezembro deste ano, em Brasília.
Também participaram da solenidade de abertura o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Adalclever Lopes, o secretário de Estado de Governo, Odair Cunha, o deputado estadual e líder de governo na Assembleia Legislativa, Durval Ângelo, o subsecretário da Juventude, Miguel Ângelo, a coordenadora da Pastoral da Juventude, Jassiara dos Santos Figueiredo e representantes de movimentos estudantis e sociais.

 

Créditos: Veronica Manevy/Imprensa MG

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.