Governador destaca momento favorável para investimento em Minas Gerais

Pimentel participou, em Milão, de seminário sobre economia criativa e destacou as qualidades do Estado para atrair capital externo

Ao participar, nesta quarta-feira (14/10), em Milão (Itália), da abertura do Seminário Tecnologia da Informação e Economia Criativa, o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, afirmou ser o momento “extremamente favorável ao investimento estrangeiro no Brasil e em Minas Gerais”.  Falando a empreendedores, ele lembrou os laços históricos do Estado com o povo italiano, ressaltando que “Minas Gerais está à espera, ansiosa para recebê-los e trabalhar juntos para engrandecer a economia do nosso país e da Itália”.
Para Fernando Pimentel, o Brasil passa por um momento de acomodação da economia à nova realidade mundial, que tem afetado especialmente os países emergentes em função da queda dos preços da commodities, a seu ver, a grande sustentação da balança comercial.
O governador destacou, como importantes neste momento de acomodação da economia, a desvalorização cambial, para que a indústria recupere a competitividade perdida com o real valorizado.  Com isso, segundo Pimentel, melhoram as condições para que as empresas e corporações estrangeiras possam investir no Brasil. “Nossa indústria precisa, especialmente, de capital tecnológico, que a indústria europeia pode oferecer. A Itália tem mais capacidade de inovação e uma experiência longa em nosso estado”, afirmou, lembrando estarem em atividade em Minas Gerais muitas empresas de origem italiana -  e que “nenhuma saiu do estado; pelo contrário, cresceram”.
Outro fator positivo apontado por Pimentel para o investimento externo em Minas Gerais é o ambiente de negócio comprovadamente favorável ao crescimento do capital, em virtude de “um cenário favorável de integração quase perfeita entre o empresariado, o governo do Estado, o Poder Legislativo e o Poder Judiciário.  “Raras vezes houve uma confluência tão grande de iniciativas, interesses e vontade política e institucional para receber investimentos estrangeiros”, afirmou.
Como exemplo dessa interação, o governador citou o Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI), lançado no primeiro semestre, para oferta pública de 28 mil quilômetros de estradas estaduais mineiras e cujas primeiras propostas deverão ser recebidas ainda neste mês. A partir do PMI, será feita a modelagem para uma Parceria Público-Privada (PPP) para a concessão de parte significativa da malha viária sob responsabilidade do governo do Estado. “Mostra nossa disposição para receber e oferecer condições para o investidor estrangeiro ingressar no nosso estado com segurança, solidez e perspectiva de lucro”, completou.
O seminário integra a Semana de Minas Gerais em Milão. Contou ainda com a participação, entre outros dos presidentes da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Olavo Machado, e da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), Marco Antônio Castelo Branco.

 

Créditos: Fiemg/Divulgação

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.