terça-feira, 4 de Agosto de 2015 13:02h Agência Minas

Governo de Minas Gerais realiza segunda etapa do Fórum Regional no Território Mata

Integrantes de movimentos sociais e sociedade civil da região se reúnem para indicar as prioridades dentro dos cinco eixos de ação definidos pelo Estado

A cidade de Juiz de Fora recebe, nesta quarta-feira (5/8), a segunda etapa do Programa Fóruns Regionais para o Território Mata. O objetivo dessa etapa é apontar os problemas e as necessidades da região por meio do Diagnóstico Territorial. A população, juntamente com movimentos sociais, igrejas, sindicatos e empresários vão decidir quais são as prioridades das 93 cidades que compõem a região. A primeira rodada de discussões também foi em Juiz de Fora, no mês passado.

Para facilitar o levantamento das demandas, os participantes devem preencher o Formulário de Diagnóstico Territorial, que está dividido em cinco tópicos: Desenvolvimento Produtivo Científico e Tecnológico, Infraestrutura e Logística, Saúde e Proteção Social, Segurança Pública e Educação e Cultura.

Quem recebeu o documento na primeira etapa poderá entregá-lo nesse novo encontro. Vale lembrar que o prazo para submeter sugestões vence nesta quarta-feira, durante a realização da segunda etapa. A Ouvidoria Geral do Estado de Minas Gerais (OGE) também vai participar para recolher críticas, elogios, sugestões e reclamações a respeito dos serviços públicos.

Próximos passos

O próximo passo do programa é finalizar os diagnósticos territoriais e, com eles, construir dois planos essenciais para o futuro de Minas Gerais: o Plano Plurianual de Ação Governamental (PPAG) - planejamento de médio prazo da atuação do governo para os próximos quatro anos - e o Plano Mineiro de Desenvolvimento integrado (PMDI), que consolida políticas públicas em longo prazo.

Saiba mais sobre os Fóruns Regionais

Os Fóruns Regionais são um novo modelo de gestão no Estado e foi criado para dar voz à sociedade para que se manifeste em busca de soluções específicas para as diferentes localidades de Minas Gerais. Para isso, o estado foi dividido em 17 Territórios de Desenvolvimento e, cada um deles, vai sediar um fórum. Neste primeiro ano, serão levantadas as prioridades das regiões e, a partir de 2016, os encontros servirão como canal de diálogo permanente entre a administração pública e a sociedade civil. As secretarias de Estado de Governo (Segov), Planejamento e Gestão (Seplag) e Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania (Sedpac) fazem a coordenação do projeto.

Participação ativa

A proposta dos fóruns consiste em convidar, periodicamente, a população a comparecer às reuniões, debates, assembleias, grupos de trabalho, entre outras modalidades de diálogo. Estas participações garantem espaços democráticos para o planejamento das ações do governo a fim de promover desenvolvimento econômico e social. O acompanhamento técnico de todas as etapas fica a cargo do Colegiado Executivo, composto por representantes de órgãos do governo e, em maior número, da sociedade civil. Este colegiado é responsável pelo encaminhamento das demandas levantas nos fóruns.

SERVIÇO

Data:5/8

Horário:8h

Local:Faculdade Estácio de Sá – Av. João Goulart, 600, Bairro Cruzeiro do Sul – Juiz de Fora

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.