sábado, 15 de Março de 2014 07:11h

Governo de Minas intensifica ações de apoio aos municípios atingidos pela seca

Acordo formalizado entre a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil e a Coca-Cola Femsa beneficiará a população de diversas regiões.

Antecipando-se à chegada do período crítico de seca que atinge diversas regiões do Estado, o Governo de Minas intensificou as ações de apoio aos municípios afetados. As estratégias incluem as entregas de três caminhões-pipa com capacidade para transportar 10 mil litros de água e a instalação de 150 cisternas com capacidade para oito mil litros, além de três caixas d’água de 15 mil litros para municípios das regiões Norte de Minas.

Estas entregas e novas obras fazem parte da segunda fase de uma parceria inovadora, firmada entre o Governo de Minas, por meio da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec-MG), e a Coca-Cola Femsa. A ação conjunta vem beneficiando milhões de mineiros, moradores de cidades afetadas pelos efeitos da seca. A parceria entre a empresa e a Cedec já mostrou-se bem sucedida, também, durante temporadas de chuvas que atingiram o estado.

A primeira etapa desta parceria assegurou a implantação de estações de tratamento para água potável, as chamadas potabilizadoras, em três cidades localizadas em áreas estratégicas da região Norte e dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri – que são preponderantemente afetadas pelos efeitos climáticos da seca. Os municípios escolhidos foram Varzelândia, Pedra Maria da Cruz e Virgem da Lapa.

Para a escolha das regiões beneficiadas com a instalação dos equipamentos potabilizadores, a Cedec-MG levou em consideração, além de fatores climáticos, o Índice Mineiro de Responsabilidade Social (IMRS), popularmente chamado de IDH mineiro. Estes critérios abrangem a população local, o Produto Interno Bruto (PIB) destes municípios e os índices de internações causadas por doenças relacionadas ao tratamento da água.

A potabilizadora tem a capacidade de transformar água insalubre em potável, podendo captar água de córregos, rios, poços artesianos e outras fontes de água imprópria para o consumo humano. Cada máquina potabilizadora é capaz de tratar água para cinco mil pessoas por dia. O sistema já foi testado e implantado. A água tratada possui rigoroso controle de qualidade, em conformidade com padrões estabelecidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Condições mais dignas

Na próxima terça-feira (18/03), o coordenador Estadual de Defesa Civil, coronel PM Luis Carlos dias Martins, e o presidente da Fundação Coca-Cola Femsa, Vidal Garza, visitam a planta potabilizadora localizada na comunidade Vila Canabrava, em Pedra de Maria de Cruz. Este projeto, realizado também com apoio da prefeitura local, tem o objetivo de atender as comunidades que não possuem oferta adequada de água potável.

A partir destas ações realizadas pelo Governo de Minas, as populações dos municípios afetados pela seca terão condições mais dignas de enfrentamentos às adversidades climáticas. Estas medidas visam garantir, ainda, mais qualidade de vida e melhores condições de saúde aos mineiros. “Testamos todos os equipamentos e levamos técnicos da Secretaria de Estado Saúde para analisar a água em diversos momentos diferentes. Agora, vamos expandir o projeto doando aos municípios caminhões e cisternas, com isto, será possível distribuir água potável independentemente das distâncias”, afirmou o coronel Martins.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.