terça-feira, 20 de Janeiro de 2015 11:29h Alex Rodrigues - Repórter da Agência Brasil

Grupo de procuradores avaliará denúncias contra políticos

A Procuradoria-Geral da República criou um grupo de trabalho para acompanhar as denúncias contra políticos envolvidos na Operação Lava Jato, da Polícia Federal, que apura um esquema de fraudes em licitações e desvio de dinheiro da Petrobras

O grupo será composto por seis procuradores e dois promotores, que analisarão os documentos da investigação fornecidos pelo Supremo Tribunal Federal, no qual são julgados os políticos com direito a foro privilegiado.

Pelos próximos seis meses, os procuradores e promotores vão trabalhar em cooperação com a força-tarefa criada para acompanhar o andamento processual na Justiça Federal no Paraná.

Farão parte do grupo os procuradores regionais da República Douglas Fischer e Vladimir Aras, os procuradores da República Bruno Calabrich, Fabio Coimbra e Rodrigo Telles de Souza.

E ainda os promotores de Justiça do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios Sergio Fernandes e Wilton Queiroz. O coordenador do grupo será o procurador regional Douglas Fischer.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.