sexta-feira, 25 de Setembro de 2015 10:44h Atualizado em 25 de Setembro de 2015 às 10:46h. Jotha Lee

Heloisa Cerri assume presidência do PRB em Divinópolis

PROS oficializa pré-candidatura a prefeito de Marquinhos Clementino

O quadro político de Divinópolis para as eleições municipais do ano que vem ainda está longe de ser definido, mas já está ganhando formas e contornos que apontam os partidos que estão decididos a lançar candidatos à sucessão do prefeito Vladimir Azevedo, bem como chapa concorrente à Câmara de vereadores. Além das filiações partidárias, com grande movimentação de mudanças de legenda, a fixação de novos partidos dispostos a entrar na corrida pela Prefeitura da cidade também movimenta os bastidores.
Duas novidades foram oficializadas ontem, embora já viessem sendo delineadas desde o início do mês. O diretório estadual do Partido Republicano Brasileiro (PRB) confirmou a criação da Comissão Provisória da legenda em Divinópolis, cuja presidência será assumida pela ex-vereadora Heloisa Cerri, que na semana passada oficializou sua saída do PV. A assessoria do PRB em Belo Horizonte informou ao Gazeta do Oeste que a formação da futura Comissão Provisória de Divinópolis foi protocolada na terça-feira no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), tendo Heloisa Cerri como presidente e o advogado Robervan Faria na vice-presidência.
A ex-vereadora, que encabeça a lista dos candidatos a candidato a vice-prefeito na chapa do pré-candidato Galileu Machado (PMDB), disse ontem que ainda não vai falar sobre a criação da Comissão Provisória do PRB em Divinópolis. “É mais prudente fazer isso após a publicação oficial da composição da Comissão Provisória”, disse a ex-vereadora.  De acordo com o Diretório Estadual, a publicação oficial deve ocorrer ainda essa semana.

 

PROS
O PROS, que hoje detém a maior bancada na Câmara de Vereadores, com três representantes, também está se movimentando e conformou que vai disputar a sucessão do prefeito Vladimir Azevedo (PSDB). O partido lançou oficialmente a pré-candidatura a prefeito do vereador Marquinhos Clementino, que cumpre seu primeiro mandato na Câmara Municipal, tendo sido o candidato a vereador mais votado nas eleições de 2012, obtendo 3.158 votos.
No último dia 12 aconteceu no plenário da Câmara o encontro local do PROS, que teve a presença do presidente do Diretório Estadual, Gustavo Pires. Neste encontro, que teve a participação do deputado estadual Fabiano Tolentino (PPS), Pires lançou oficialmente a pré-candidatura de Marquinhos Clementino. O presidente do Diretório Estadual afirmou que o PROS está se organizando em todo o Estado e não abre mão de disputar a prefeitura de Divinópolis. “É um partido novo, que dá liberdade e segurança para as pessoas trabalharem. O PROS é um partido de oportunidades”, garantiu.
Ontem o vereador Marquinhos Clementino afirmou que aceitou a indicação de sua pré-candidatura e está disposto a enfrentar esse desafio. Segundo ele, o PROS já está em 600 cidades de Minas Gerais e pretende lançar candidaturas a prefeito nas maiores cidades do Estado. Embora seja novato em cargo eletivo, Marquinhos Clementino já está na vida pública há anos, tendo sido administrador regional de Santo Antônio dos Campos no período de 2001 a 2012. É herdeiro político do ex-vereador Antônio Paduano Pereira, que ocupou cadeira na Câmara Municipal por dez mandatos consecutivos. Clementino aposta na sua experiência como administrador regional e confirmou que aceita o desafio por se considerar preparado para dirigir os destinos do município.

 

Créditos: Jotha Lee

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.