Heloísa Cerri (PV) formaliza pedido de CPI para apurar denúncias contra Edson Sousa

Parlamentar acredita que acusações aconteceram para desviar a atenção do repasse do esgoto municipal

A vereadora Heloísa Cerri (PV) apresentou, ontem (14), na reunião ordinária da Câmara Municipal de Divinópolis pedido para realização de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) ao presidente da Câmara, Pastor Paulo César (PRB), para apurar as denúncias, que estão sendo levantadas contra o vereador Edson Sousa (sem partido), desde o último dia 2 com o uso da Tribuna Livre, pelo cidadão José Venâncio.  O pedido da parlamentar endossa o próprio pedido do vereador Edson Sousa que, no último dia 9, solicitou aos seus pares que pedissem uma CPI.  De acordo com o presidente da Casa, Pastor Paulo a solicitação será analisada de acordo com o Artigo 98, parágrafo 1, do Regimento Interno do Legislativo Municipal e até 48 horas será dado o parecer a respeito do deferimento ou indeferimento do pedido.


Além da assinatura do próprio vereador Edson Sousa, o pedido de Heloísa Cerri recebeu o apoio dos parlamentares Geraldinho da Saúde (PR), Milton Donizeti (PRTB) e Beto Machado (PSDB). De acordo com a parlamentar o pedido de CPI não tem a intenção de condenar o vereador Edson Sousa, mas ao contrário disso clarear as denúncias, que estão sendo divulgadas sem provas concretas contra o vereador.  “Eu estou pedindo a CPI não para condenar o vereador Edson, mas para inocentá-lo. Queremos ver o que está por essa situação absurda, que foi feita no plenário contra o vereador. Então eu só endossei o pedido do vereador Edson (...) porque é muito fácil fazer uma acusação, mas é preciso ter prova”, declarou.


A vereadora acredita que as denúncias contra o vereador tiveram a intenção de desviar a atenção da população de Divinópolis sobre a polêmica passagem do esgoto municipal para a Copasa e adiantou que sua intenção é fazer também pedido de CPI para apurar a suposta propina de R$ 200 mil - levantada em plenário pelo vereador Beto Machado - que seria destinada a autoridades para aprovação do projeto, que regulamenta as áreas inundáveis próximas aos shoppings Pátio Divinópolis e Divishop.


O vereador Edson Sousa assim como a vereadora ressaltou que as denúncias levantadas para abalar sua vida política são uma tentativa do governo do PSDB para desviar a atenção do povo de Divinópolis a respeito do repasse do tratamento do esgoto para a Copasa. “Isso tudo é uma armação do governo do PSDB para tirar o foco da atenção de Divinópolis e além de tudo usaram uma vingança familiar para tirar atenção disso. Mas agora os co-responsáveis vão vir à tona, as pessoas vão ter que vir depor e colocar provas” declarou o parlamentar. O vereador afirmou estar feliz com o pedido, visto que agora a população poderá saber a verdade e adiantou que irá solicitar que todas as reuniões da Comissão sejam abertas ao público e com o acompanhamento da imprensa.
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.