sexta-feira, 22 de Novembro de 2013 09:20h Redação

HUB encaminha ao Supremo nome de médicos que avaliarão Genoino

O Hospital Universitário de Brasília (HUB) encaminhou na manhã de hoje (22) ofício ao Supremo Tribunal Federal (STF) com os nomes dos médicos que vão compor a junta médica responsável pela avaliação da saúde do deputado federal José Genoino (PT-S). O pre

O Hospital Universitário de Brasília (HUB) encaminhou na manhã de hoje (22) ofício ao Supremo Tribunal Federal (STF) com os nomes dos médicos que vão compor a junta médica responsável pela avaliação da saúde do deputado federal José Genoino (PT-S).

O presidente do STF, Joaquim Barbosa, determinou ontem (21) que Genoino seja submetido a uma perícia médica e concedeu prisão domiciliar provisória para que o parlamentar possa fazer tratamento médico.

O parlamentar passou mal nessa quinta-feira na Penitenciária da Papuda, em Brasília, onde estava preso, e foi transferido para o Instituto de Cardiologia do Distrito Federal (IC-DF), no Hospital das Forças Armadas (HFA).

A assessoria de imprensa do HUB não revelou o nome dos profissionais responsáveis pela avaliação médica de José Genoino. Segundo os assessores, que não tiveram acesso ao documento enviado ao STF pela diretoria do hospital, somente o Supremo poderá divulgar os nomes.

Genoino está entre os 11 condenados presos na Papuda. De acordo com o advogado de Genoino, Luiz Fernando Pacheco, a suspeita é que o parlamentar tenha sofrido um enfarto. O IC-DF confirmou que o deputado foi internado no início da tarde. Boletim médico do hospital confirmou que o deputado passou por exames e dormiria no instituto para ficar sob observação. No entanto, não houve qualquer informação oficial sobre um possível enfarto, como disse o advogado de Genoino.

Segundo a defesa do ex-presidente do PT, ele tem passado mal desde que foi transferido para Brasília, no sábado (16). Pacheco informou que o estado de saúde do parlamentar “é bastante delicado e inspira cuidados”.

De acordo com o advogado, o laudo do IML descreve a cirurgia cardíaca a que Genoino foi submetido quando retirou parte da artéria aorta. Também estão descritas no documento as recomendações de uso de uma série de remédios, como anticoagulantes. O documento atesta que ele tem cuspido sangue nos últimos dias.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.