quarta-feira, 20 de Novembro de 2013 10:20h

Integração Nacional participa da primeira oficina do Plano Brasil Maior em Recife

Encontro visa a traçar ações de desenvolvimento regional para a indústria brasileira e atender as metas de expansão comercial em todo o país

Integrante da Comissão Organizadora das Oficinas do Plano Brasil Maior (PBM), o Ministério da Integração Nacional participa hoje (20), em Recife, do primeiro encontro dos Grupos de Trabalhos (GT’s) estaduais, responsáveis pela elaboração das ações do PBM. A atividade irá definir os cronogramas de ações e estratégias para Pernambuco. As oficinas de regionalização devem acontecer em mais oito estados brasileiros e reunir representantes do governo federal, empresários, federações e bancos.

A assessora especial da Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR/MI), Daniela Nogueira, explica que a intensão é reduzir os custos, estimular à produção local e estadual e a regionalização dos instrumentos de trabalho do PBM. “A proposta desta primeira reunião é traçar metas de atuação nos estados brasileiros, levando em consideração os interesses e necessidades de cada região, para que no futuro tenhamos um parque industrial consolidado”, afirma.
As demais etapas do Plano Brasil Maior devem adotar medidas importantes de desoneração dos investimentos e exportações para poder enfrentar a apreciação cambial, o avanço do crédito, o fortalecimento da defesa comercial e ampliação de incentivos fiscais e a competitividade das cadeias produtivas.
“Primeiro é necessário fortalecer o setor para inovar, competir e crescer. Essa é a janela de oportunidade para o desenvolvimento da indústria brasileira a partir de uma perspectiva uma regional”, comenta Daniela Nogueira.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.