quarta-feira, 20 de Novembro de 2013 06:00h Atualizado em 20 de Novembro de 2013 às 06:15h.

IPTU pode ter reajuste

O vereador Adair Otaviano (PMDB), durante seu discurso na casa legislativa, ontem, comentou sobre um projeto de autoria do Poder Executivo que chegará à câmara e que poderá, segundo ele, prejudicar a população. De acordo com o parlamentar,o Executivo reun

O vereador Adair Otaviano (PMDB), durante seu discurso na casa legislativa, ontem, comentou sobre um projeto de autoria do Poder Executivo que chegará à câmara e que poderá, segundo ele, prejudicar a população. De acordo com o parlamentar,o Executivo reuniu com alguns vereadores recentemente para tratar sobre o projeto de lei referente ao aumento do IPTU.
Conforme Otaviano, ontem, ele ficou sabendo que alguns vereadores foram convidados para um encontro com o prefeito Vladimir Azevedo (PSDB), no qual o assunto principal era tratar sobre este aumento. “Esse não é um termo que o Executivo vai usar no momento que enviar o projeto para a câmara, eles estão usando outro termo, ressaltando que estão na verdade fazendo uma revisão no valor da planta genérica de valores do município. Sei que esta proposta na verdade, servirá para aumentar o IPTU”, frisou.
O vereador declarou que este ato é inadmissível. “Vai acontecer em Divinópolis como ocorreu em São Paulo. O povo que paga por tudo, isso é vergonhoso, fico triste porque depois de uma má administração é aumentado o IPTU. Eu repudiei esta atitude e quando o projeto chegar à câmara, eu vou repudiar também, porque nesta casa chega muitos projetos de grego. Já vimos esta casa legislativa autorizar o prefeito vender 243 imóveis de propriedade do município que é do povo, e através de um decreto vimos o prefeito transferir o esgoto para a Copasa trazendo maior prejuízo para o cidadão divinopolitano. Se esse projeto de aumento do IPTU for aprovado vai trazer mais prejuízos para os cidadãos”, concluiu.

Eduardo Print Júnior
O parlamentar, Eduardo Print Júnior (SDD), colocou em pauta o projeto de número 97/2013, que proíbe o ingresso ou permanência de pessoas utilizando capacete ou qualquer tipo de cobertura que oculte à face, nos estabelecimentos comerciais e públicos, assim como nos eventos abertos ao público, em Divinópolis. O projeto foi retirado devido a erro de digitação em um item da lei. O autor da lei pediu sobrestamento de até 15 dias.

Presidente do bairro Esplanada é reeleito
Paulo Roberto Eugênio foi reeleito como presidente do bairro Esplanada em Divinópolis, no último domingo (17). Segundo ele, houve a obtenção de uma margem de voto de 398 contra 145 da outra chapa. Sobre a satisfação de ter sido reeleito, Paulo Roberto, disse que ficou satisfeito por saber que o povo do bairro Esplanada já conhece o seu trabalho e o deu esta oportunidade de atuar por mais dois anos para que possa fazer aquilo que está em sua mente e que é a vontade dos cidadãos daquela região. Uma das coisas que será feita, conforme ele é melhorar a questão da iluminação do bairro, uma vez que o bairro é escuro. Haverá também a colocação de uma passarela no Ribeirão Flash que liga o Esplanada ao Dom Pedro e a revitalização do Ferroviário já que ganhou por meio do vice-prefeito de Divinópolis toda a mão de obra. “Precisamos fazer no Esplanada uma campanha para que consigamos mais materiais que será empregado na construção do vestiário, do alambrado e do gramado”, destacou.
Em relação a remoção da feira do bairro, Paulo Roberto, abordou que tem um projeto que já foi encaminhado ao prefeito Vladimir Azevedo (PSDB), e que este achou muito interessante. A proposta é que a feira passe para dentro da siderúrgica São Marcos, onde foi a Ascadi. “Ali é um local que não vai incomodar o trânsito e o feirante vai poder fazer o seu trabalho até mais tempo se quiser, além de se ter uma infraestrutura maior e mais segurança”, finalizou.

Inclusões de projetos:
O projeto de inclusão EM 064/2013 abre na câmara de Divinópolis crédito adicional suplementar de R$70 mil de autoria do Executivo. O projeto foi aprovado com 13 votos favoráveis. O outro projeto de inclusão foi CM 035/2013 que homologa nomes que serão agraciados com a Comenda Negra. A lei foi aprovada.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.