quarta-feira, 25 de Novembro de 2015 10:51h

Jaime Martins debate projetos culturais e históricos com a presidente do IPHAN

Parlamentar mineiro debateu com Jurema Machado uma série de projetos a serem implantados em Minas Gerais

Em audiência com a presidente do Iphan, Jurema Machado, em Brasília, dia 24, o deputado federal Jaime Martins (PSD-MG) discutiu uma série de projetos a serem implantados em Minas Gerais. Dentre os assuntos, o parlamentar tratou da possibilidade da utilização do edifício Chagas Dória para abrigar o museu do Clube da Esquina, em homenagem ao famoso movimento musical mineiro. Tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico (IEPHA/MG), o prédio foi doado à Rede Ferroviária Federal (RFFSA) em 1952. Construído na década de 30, inspirado no estilo Art-Déco, tem localização privilegiada e virou um marco na cidade de Belo Horizonte.

O deputado também levou ao Iphan três projetos de divulgação e preservação de acervos culturais importantes para o país. Um deles constitui na digitalização e preservação de acervo do escultor Geraldo Teles de Oliveira, o GTO. O material consiste de cartas, obras, bilhetes e fotografias do artista que ficou famoso no Brasil e no exterior. Além disso, o projeto pretende digitalizar diversos acervos de TVs Educativas da região Centro-Oeste mineira.

Outra iniciativa, o centenário de GTO, prevê fazer uma pesquisa qualitativa, coordenada por Rodrigo Vivas, para localizar as obras de GTO espalhadas no Brasil e em outros países. A intenção é elaborar dois mil catálogos para serem distribuídos em escolas de artes e públicas, além de locais de exposição. Um terceiro projeto pretende realizar a Semana de Arte de GTO em março e abril do ano que vem. Dois destes projetos, o centenário e a digitalização dos acervos foram provados por lei federal.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.